Se jabuti não sobe em árvore…

jabquem colocou o jabuti nesse açaizeiro?

A confusão está formada no Partido dos Trabalhadores, que realizou eleição domingo para escolher os novos dirigentes .
Números extra-oficiais indicavam ontem à noite que a disputa está ou estava voto a voto. Liderando o pleito aparece o deputado Joel Banha com 1975 votos, seguido do prefeito de Santana Antônio Nogueira (1936) e professora Nilza (1922).
Acontece que de repente surgiu o babado de que uma urna sumiu, que em outras o número de votos é superior ao de votantes e numa outra há cédulas (sim, cédulas. Não é votação eletrônica) sem assinatura dos mesários.
A urna – que teria sumido no domingo à noite, reapareceu ontem à noitinha. Calcula-se que cerca de 500 votos foram depositados nela. Para não apurar ontem à noite, membros da Comissão Eleitoral alegaram cansaço, deixando para fazer a contagem de votos hoje. De um lado levantou-se a  suspeita de que tal urna foi emprenhada ou poderia ser na calada desta madrugada. De outro, a desculpa do cansaço.
Esta urna é de Macapá, portanto, não adiantou a “companheirada santanense” espernear e bater o pé, pois os “companheiros macapaenses” (donos da urna ou responsáveis por ela), deram tchauzinho, boa noite,   disseram que hoje, até o meio-dia, vão conferir os votos da dita cuja e foram dormir.

Sabendo que jabuti não sobe em árvore e que urna não tem asinhas nem pernas, alguns “companheiros” ligaram o desconfiômetro e ameaçam impugnar a tal urna que some, aparece, desaparece e aparece de novo como num passe de mágica. Outros acham que impugnar apenas esta urna é muito pouco para uma disputa desse tamanho e ameaçam anular todo o processo eleitoral em Macapá.

Se o processo for anulado, não tem segundo turno. Nogueira está eleito presidente do Diretório Estadual, deixando longe Joel e Nilza. Dos 1936 votos que Nogueira tem, 1429 são de Santana.  Joel Banha, que tem 1975 votos, perde os 1283 que teve em Macapá.

Se apenas a urna que some e aparece for impugnada, haverá segundo turno entre Joel Banha e Nogueira.

Mas se a companheirada fumar o cachimbo da paz, deixar o jabuti quieto em cima do açaizeiro, não impugnar nenhuma urna nem tentar anular o PED de Macapá, tudo pode acontecer… inclusive Nogueira ficar fora do segundo turno.

  • Lí em alghum lugar que a frase é atribuída a Ulysses Guimarães: “jabutí no galho, foi gente ou foi enchente”.

    • Almeida Junior vc q eh ligado a defesa da natureza, tem alguma idéia o que significa a construção q estão fazendo bem no meio da Lagoa dos indios? sera que o Roberto góes loteou a lagoa dos indios? afinal ele naum tem preocupação nenhuma pela areas de ressaca… não se paga iptu.

  • Lamentável, a prática do PT local se nivelar ao tradicionalismo das fraudes que é a marca da Direitona Brasileira. Mas, vamos aguardar para ver no que vai dar…

  • Se alguem ficar espantado com essa situação, não conhece o PT aki no estado, Prática comum entre eles. ( e aos desmemoriados q quizerem questionar eu to aki com um farto material que demoraliza o PT no Estado, ou jah esqceram a CEA de Joel? as carteiras do cassado Nogueira? a nobre dep. sob investigação da PF…te mais.) e fazendo parte do “Curral” muitos deles a kra nem treme.

  • …sorte minha de ter me desfiliado do PT/AP, fico imaginando, como seria se eu votasse nessa eleição.Meu voto, nem se quer teria sido revelado, por conta dessa sem vergonisse que existe por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *