Tá no Terra

Psol do Amapá desmente aliança com PMDB de Sarney

Cláudio Leal

Não, não é verdade que o PSOL vai se aliar ao PMDB de José Sarney no Amapá. Sim, houve um elogio do senador peemedebista Gilvam Borges aos companheiros socialistas, mas esse olhar não vai dar namoro. “A possibilidade de aliança com o PMDB é zero”, desfaz o ex-deputado estadual Randolfe Rodrigues, pré-candidato do Psol ao Senado.

Em entrevista ao Terra, Rodrigues esclarece que as notícias sobre o inusitado casamento estão equivocadas. “Na última semana, Gilvam deu uma entrevista a um jornal local e fez elogios a meu respeito. Elogio, a gente recebe, mas não há possibilidade de estarmos juntos. Nem os eleitores do Psol entenderiam, nem os do PMDB”.

Ele ressalta, porém, a existência de bom relacionamento com o pré-candidato do PTB ao governo, Lucas Barreto, um dos ungidos pelo grupo de Sarney à chapa majoritária. “Lucas foi eleito presidente da Assembleia do Amapá com o apoio de vários partidos e representou um movimento bom. Conseguiu resgatar o Legislativo, depois de um escândalo absurdo de corrupção”, afirma.

A prioridade dos socialistas é manter a frente que “disputou a prefeitura de Macapá em 2008 e perdeu a eleição por 1,5%”, diz a liderança do Psol. A chapa de esquerda esbarrou no veto do ex-senador João Capiberibe, do PSB. “Já ouvimos deles que não aceitam o PSOL na candidatura majoritária, nem mesmo ao Senado”, acrescenta Rodrigues.

O ex-deputado estadual avalia que Sarney “tem um papel de influência decisivo” no pleito estadual. Apesar de ser líder político do Maranhão, o ex-presidente da República adotou o Amapá como segunda capitania desde 1990, ano em que se elegeu senador.

“Em Macapá, quem puxou todos os movimentos de rua contra Sarney fomos nós. Fizemos abaixo-assinado, o primeiro adesivo de carro… Além disso, a direção nacional do partido não permitiria essa aliança. Ainda não sei qual será o papel de Sarney no primeiro turno. Talvez ele não precise intervir de imediato”, opina Randolfe Rodrigues, que volta a lamentar: “A frente Psol-PSB representou uma ameaça pro Sarney. Isso não interessa mais ao PSB”. (Leia mais)

  • Erivelton, eu gosto de debate baseado em verdades, é mentira que eu tenha feito campanha para o Roberto. Eu e minha família votamos no 1º e 2º turno no Camilo e Randolfe.
    Meu 1º voto para o senado será Capi, o 2º decidirei após conhecer os demais candidatos. Fique tranquilo….(risos) será para um candidato ou candidata decente.
    Sem mentiras, qual é sua sugestão?

    • Quer dizer que é mentira então me responda em aula comicio vc estava na campanha pois não lhe vi em nenhum?Segundo vc não deu entrevista afirmando que era contra a candidatura de Camilo e Randolfe?Terceiro não assinou nota contra candidatura de Camilo e Randolfe?Vc não conhece Waldez ,Gilvam, Papaleo e Randolfe?Ta bom Claudio eu acrdito em vc.

  • È eu queria saber do senhor Claudio Pinho que fez campanha para o Roberto e se recusou a subir no palanque da Frente Pela Mudança no Primeiro Turno qual será o seu segundo voto para o Senado ,pois pelo que vejo não será no campo da esquerda ,na verdade ele, Zé Ramalho, Ruy, Chelala que não fizeram campanha para o Camilo/Randolfe devem tá doidos para fechar com PSDB ou com o PT, para vê se sobra alguma coisa ganhando ou perdendo.

    • “Frente Pela Mudança”??? Já existiu alguma frente pela mudança que não tenha um capiberibe na “frente”. rsrsrs. Essa frente não muda para dar oportunidade para outro candidato de esquerda, como Randolph?

  • O comentário de Maykom, é muito escalrecedor em relação ao autoritarismo do PSB. Propor a retirada da Candidatura ao Senado por uma vaga a estadual ou federal, numa chapa q já entra com dois mandatos estaduais e um mandato a federal fortíssimo é no mínimo duvidar da capacidade de raciocínio das pessoas. O q eu acho engraçado é q o PSB tenta sempre se colocar como vítima para justifik suas movimentações autoritárias e anti democráticas em relação aos seus aliados!
    Cedo ou tarde a verdade vem a tona!
    Dá-lhe RANDOLFE senador do Amapá!!

  • Ao contrário do que já foi postado aqui, o Amapá não é um estado vagabundo. Nós que moramos aqui e que temos preocupações reais com as condições de desenvolvimento e de qualidade de vida pra nossa população, não podemos nos furtar do debate político, seja ele agradável ou não para alguns.
    E relação a candidatura do Randolfe ao Senado, ela é mais do que legítima e viável. Randolfe apresenta todos os pré-requisitos pra ocupar uma vaga no Senado Federal, como já disse aqui em outra oportunidade, o Amapá será muitíssimo bem representado. Agora, as candidaturas do PSB, também são legítimas, o que nós amapaenses não podemos deixar de considerar é que o PSB não pode impor nada a ninguém e nem aos outros partidos, como o PSOL. Já foi mais do que externalizado, aqui também, que o PSOL quer reeditar a Frente pela Mudança, mas os Capiberibes não querem, não de forma justa, pelo memos pra o que o PSOL se propõe. Então meus caros dirigentes e militantes do PSOL, vamos acabar logo com isso, deixemos a arrogância e as injúrias do PSB de lado, ou de qualquer outro grupo político que só encherga o próprio umbigo, e vamos à luta, como diz o velho ditado, “os cães latem e a caravana passa”. Vamos então em caravana, rumo ao SENADO FEDERAL.`
    É hora do Novo- Fé na vida, Fé no que virá.

    • Ótimo o seu comentário e é por ai mesmo que o PSOL deve caminhar.Eu acredito que PSB e PSOL estarão unidos nessas eleições.

  • em nenhum momento o randolfe elogiou sarney, ele apenas fez uma analise como intelectual que é. tbm nao declarou apoio ao ptb, alias é uma alianca que tbm é impossivel ao psol, nao tem como. ele apenas elogiou o mandato de lucas barreto na assembleia que almenos pagava em dia os salarios, coisa que o miranda e fran jr nao fazia…

  • A proposta do psb é hilária. sendo que nao ha conversa, ou se aceita a proposta e baixa a cabeça ou entao nada de frente de esquerda, esse é o PSB do amapá. e ainda tem um porem, a frente nao seria tao de esquerda assim, teriam partidos da base de sarney, isso o psol nao aceita, entao vamos em frente é junto com o povo, com apoio dele sim vamos chegar a derrotar a harmonia, RANDOLFE SENADOR!

  • Caro companheiro Claudio Pinho: É verdade, foi por puro mérito do Randolfe, que já naquela época ara uma das maiores expressões políticas do movimento estudantil Amapaense, ator principal e dirigente de várias lutas e mobilizações políticas no Amapá. Não esqueçamos tb, q Randolfe era o vice presidente do PT e mesmo assim, foi colocado em uma assessoria de quarto escalão, sem orçamento e estrutura, destancando-se então por sua criatividade e liderança.
    Quanto a proposta do PSB, entendemos que é uma proposta, mas convenhamos muito difícil de ser colocada para a base do PSOL. Imaginem, desistir da candidatura ao senado para se aventurar em uma candidatura proporcional. Do mesmo modo gostaríamos também q os companheiros avaliassem a proposta q fizemos.
    Queremos muito a reedição da Frente pela mudança, e entendemos q depende mais de vcs do que da gente!
    Muito respeitosamente,
    Saudações socialistas!

    Maykom
    Executiva estadual do PSOL

    • Eu tb acredito e torço por esta reedição da FRENTE PELA MUDANÇA.A mesma deu muito certo,só esbarrou na harmonia compradora de votos.Agora que esta ficou desbaratada é só acreditar, PSOL/PSB é o melhor p/o Amapá.

  • Caro Elson, discordar faz parte do bom debate.
    A maioria dos integrantes do PSB tem respeito e carinho pelo companheiro Randolfe. Lembro que foi no governo PSB-PT, após nomeação pelo Capi para a Assessoria da Juventude do GEA, que o “garoto” Randolfe foi apresentado ao grande público amapaense; e de lá com sua inteligência e mérito iniciou uma bela e promissora carreira política.
    Cada partido político tem sua tática e projeto eleitoral, a partir dos quais se faz aliança eleitoral.
    Concordo com você: o melhor caminho para o povo amapaense é a reedição da frente de esquerda……, mas não depende só do PSB!
    Eu acredito que a oposição terá uma candidatura LEGÍTIMA ao governo, e você?

    • Não só confio, como acredito no bom senso de vcs dirigentes dos dois partidos(PSB E PSOL), para chegar a um acordo visando dias melhores para o nosso Amapá.

    • Então uma dobradinha Capi e Randolph não é viável para o PSB, mas Capi e Papaléo é?
      Qual seria a ordem do PSB. Seria Randolph se candidatar à Estadual? Já que Clécio não abre mão de ser Federal? Será que o PSB ainda não entendeu o melhor pro governo é o Randolph? Porquê tem de ser o arrogante filinho?

  • Claufio Pinho, me perdoe por discordar do seu raciocínio. Vcs serem aliado do PSDB ou outro partido harmônico pode. Ter um companheiro de muitas batalhas ao lado, não. Não é uma incoerencia? Repito: Sou Capi senador e Randolfe Senador. Que o PSB, use a Sandalia da humildade, reconheça que o melhor caminho é da reedição da frente das esquerdas. Mais 4 anos com essa galera que está aí….

  • Não há veto do Capi para nenhuma candidatura dos companheiros do PSOL. O PSB através de sua Executiva Estadual entende não ser boa tática eleitoral sairmos com duas candidaturas ao senado do mesmo campo político ideológico. Por uma razão muito simples: como são duas vagas para o senado,consideramos improvável a esquerda conquistar essas duas vagas. As negociações do PSB com o PSOL continuam; e como sabem os companheiros Randolfe, Clécio, Emílio, Renato, Maiko e Djalma aguardamos resposta a nossa proposta feita ao PSOL.

    • Não é uma boa tática porque o Randolfe pode tomar a vaga do Capi. Isso não é estratégia, é medo mesmo. Com o Papaléo seria mais fácil porque ele já está fora mesmo. Aproveitaria o palanque do Jorge e pronto. Falta você assumir que esse projeto não é do PSB, mas do Capi e da família dele e todo mundo baixa a cabeça. quanti subserviência !

    • Sr. Cláudio Pinho; Me parece que nós do PSOL temos que fazer o papel do PT nas décadas de 80/90? é isso? Quando o sr. diz que foi a partir do cargo que o psb franqueou ao pt ocupado pelo Randolf que o mesmo passou a ter visibilidade política é uma infeliz entativa de tentar esconder a luta no movimento esturantil(Uecsa-Cahis e CDE-Unifap)desse jovem. O problema de voces está no fato que o psb se transformou num partido família – Capi, Janete, Camilo, e Raquel. Não vivemos num estado caudilista e sim num estado democrático. Por isso amigo, não abrimos mão da candidatura de Randolf para o Senado. Fé no que virá. saudações socialistas.

  • Pq ninguém comenta a tentativa frustada de aliança entre PSB e PSDB de Jorge Amanjás?
    Vão me dizer q o Jorge e o Pedro Paulo não candidatos do Sarney?
    Vale ressaltar q o PSB só não fechou ainda com o Jorge pq o PSDB não quis, mas q por eles (PSB), já estaria tudo fechadinho, com a unção da “sagrada família” (Capi Senador, Janete Federal e Camilo Estadual).
    O Randolfe é q tá certo em procurar alternativas e não se submeter ao clã Capiberibe!
    Força Randolfe, se vc está encmodando tanto essa gente eles deveriam ter um pouco mais de humildade e resapeito pela grande liderança q vc é!

    Sigo acreditando: É Randolfe Senador e na Primeira opção!

    • aposto que esse deve ser o seu quinto pseudonimo por aki 🙂 ateh os erros sao iguais aos demais ai debaixo hahahha! CAPI SENADOR!

      • chega de ditador nesse estado o capi fez bons programas para o crescimento do Estado como PDSA QUE O POVO DA HARMONIA HOJE DEFENDE, o IEPA, porém deixou muito a desejar com muitos escândalos por exemplo o ex-ipesap e outros o que , mais eu sou um eleitor honesto até hoje vejo o capi como o gestor que mais tentou desenvolver este estado atraves da exportação da castanha, a parceria com o governo francês criando o centro de língua estrangeira Danielle Miterrand que tem seus reflexos ainda hoje, ainda mais com a ponte binacional. Acontece que como ser politizado mais precisamente um cidadão amapaense natural da capital Macapá e analisador da política nacional e local sou responsável e fiel a dizer que capi é ditador porque não quer repartir o bolo afinal onde estar a democracia, a isonomia e a justiça dentro do PSB, dito isto, povo amapaense sofrido É RANDOLPH NA CABEÇA.

  • Ele ressalta, porém, a existência de bom relacionamento com o pré-candidato do PTB ao governo, Lucas Barreto, um dos ungidos pelo grupo de Sarney à chapa majoritária. “Lucas foi eleito presidente da Assembleia do Amapá com o apoio de vários partidos e representou um movimento bom. Conseguiu resgatar o Legislativo, depois de um escândalo absurdo de corrupção”, afirma.

    • Aonde ele elogiou o Sarney? Vcs querem fazer as pessoas de burras, tenham mais respeito pela inteligencia aleia.

      • assim como tu quer chamar o povo de burro com esse papo de que capi fez um trato com sarney contra o hildegardo, assim como vc mente qnd disse que Raquel foi complacente com o roubo do azevedo, ela foi vice sim, mas acreditando em uma prefeitura para o povo, qnd chegou la o azevedo fez o que fez, e raquel foi a primeira a sair e denunciar, vcs ficam tentando tornar verdade que o capi so b eneficia a familia quando quem elege eh o povo, pega os dados do gov. do capi rapaz, em vez de ficar nos blogs defamando pessoas que tem compromisso com o povo. diferente de vc que senta a bunda numa cadeira e fica fazendo o jogo da harmonia, querendo derrubar o capi, se liga mane!

  • Agora devo admitir que esse papo do Randolfe tentando justificar o apoio ao Lucas é rídiculo, desde quando o Lucas fez uma revolução na Assembléia. Eu nunca ví. Com um orçamento astronômico, se não conseguisse pagar os salários em dia, seria uma total incompetência. Se o Randolfe acha que a administração do Lucas na AL justifica um apoio ao governo é porque o Randolfe espera mesmo muito pouco do governador. A maior realização do Lucas na AL foi implantar o discurso da harmonia!! Pelo amor de deus, sejamos honestos!!

  • É MUITA CARA DE PAU…Se ele estivesse preparado para exercer a função de Senador teria ao menos apresentado e feito algo por nós amapaenses quando foi deputado, digo sobre algo realmente relevante.

    • Nunca vi tanta arrogancia vcs não podem mandar no PSOL, como fazem com o PMN, cara de pau meu caro é, tentar desqualificar a candidatura de Randolfe …eu acho que o Randolfe deveria esquecer os Capiberibes ,quero v eles mentirem bara base deles, Como vai ser.Vão falar o seguinte esse pessoal do PSOL que Falam mau do Sarney é só de mintirinha,será que vai ser assim?Capi para de mentir para seu povo voce já foi aliado do Sarney o Gilvam já coordeneu sua campanha,e agora vc vai para ultima candidatura tentando passar o bastão para seu filho, se o PSB quiser a unidade da esquerda basta passar a cabeça de chapa para o Randolfe por que não faz isso?Por que o PSB virou o partido da familia Capiberibe , assim como o PMDB no maranhã é da familia Sarney.Tenho Dito

      • a propósito Jorge, o Camilo está realmente preparado para ser governador ? O que ele realmente fez aqui pelo Amapá além de fechar os olhos para as barbáries que acontecem na Assembléia ? Vamos lá, defende o cara e diz que ele faz parte da Comissão de Direitos Humanos, que ele foi expulso do movimento na Universidade por tentar tirar uma lasquinha por lá. Realmente ele tem um currículo invejável de bons préstimos ao Amapá. Falar no twitter ele faz bem. Mas engraçado, nem ele nem a Luciana falam aqui nesse blog. Talvez, como eu, usem peseudônimos. Só tem uma diferença: não sou candidato a nada e meu trabalho aqui é só dar palpites como um observador de tanta prepotência do PSB que acha que ninguém mais presta e que são as últimas cerejas do bolo. Tá jabá !

    • cara vai me desculpa mais com pensamento medíocre como esse não chegamos a lugar nenhum o Randolph é a representação da juventude desse Estado e mais acredito que estar preparado sim só falta oportunidade ou tu acha que o melhor para o nosso Estado continua sendo essas raposas ou caciques exemplo Mater Jose Sarney é brincadeira

  • Foi só a imprensa nacional questionar o Randolfe que ele disse o que não havia dito p/ os locais. Até ontem era a história dele quem respondia por uma possível aliança com o PMDB de Sarney e Gilvam. Diante da pressão, teve que admitir que seria uma loucura tal posicionamento, suicídio político, seria acreditar no papai noel Sarney. Quem bom que o Randolfe recobrou sua coerência. Quanto ao PSB, é fato que a vida dos partidos de oposição não é fácil. É imprensa jabazeira contra, são os cooptados a falar besteiras. O PP vai ter que esperar muito p/ se contentar pq pode demorar mas a oposição acaba achando seu caminho e com certeza, não é com o Lucas Sarney Borges Barreto!! Boa Randolfe!!

    • Ei cara vcs do PSB ficam plantando noticia tentando juntar Randolfe ao Sarney , a Luciana deu um a barrigada horrivel, fizeram com que o Chico Bruno perdesse a credibilidade,não adianta queria ve o Camilo cobrar TRANSPARENCIA do Jorge na Assembleia que foi um dos que contribuiu com a Campanha do Camilo,mais o q vcs fizeram com todos que não se subimeteram a um projeto familiar e de Clã vcs tentam juntar do outro lado , não vão fazer com o Randolfe …A Campanha agora é Randolfe na Primeira opção e de tirar a mascara de bonzinho da oligarquia Capiberibe

    • Penso como vc e tenho a convicção de que a oposição vai encontrar o melhor caminho,menos o de coligar com esse povo.Tenho até MEDO de mencionar o nome,dá arrepio e azar.UUUIII!

  • Não entendo essa tentativa de tentar desqualificar a campanha do Randolfe. Medo dele entrar e deixar o Capi de fora. Ele está mais do que nunca preparado para o Senado. Meu primeiro voto é de Randolfe 501.

  • Uma coisa é certa, não há candidato de oposição ao governo: Pedro Paulo, Jorge Amanajás e Lucas representam as formas políticas da “harmonia” e, portanto, dizer que “jamais” coligaria com um candidato de Saney e aceitar fogueteiramente uma uinião com Lucas e simplemente acatar as ordens do chefe Saney.

    • A oposição seria o Capi, contudo o Camilo (filho daquele), insiste em ser candidato. Metade dos militantes do PSB não vão acompanhar, isso é fato. Pedro Paulo penhoradamente agradece.

    • Realmente não me abalei quando Gilvam e CApi caminhavam juntos na Fab em campanhas passadas, quando Rachel foi vice do Azedo Costa, qaundo o Capi fechou um acordo com o Sarney contra o Hidelgardo, quando o Capi preferiu a Harmonia do Waldez e deixou a Dalva de lado , e agora quando tenta emplacar o filho , a mulher e a irmã.

      • Sou um cara que lê muito e procura estar sempre antenado. No entanto, uma coisa nunca consegui definir: POLÍTICA. Afora os belos conceitos dos grandes filósofos, não seria sinônimo de CACHORRADA e FALTA DE ESCRÚPULOS?

  • Esse rompimento da esquerda amapaense deve ter sido a melhor notícia do ano para a turma da harmonia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *