TRE tranca ação penal contra Neuzinha

O Tribunal Regional Eleitoral, em Sessão Judicial realizada ontem, concedeu Habeas Corpus para trancar a ação penal movida pelo Ministério Público Eleitoral contra a candidata Neuza Monteiro Velasco (Neuzinha), do PSB, e Julieta Ataíde da Costa, ação que apurava suposta compra de votos e fornecimento de alimentos a eleitores nas eleições municipais.
Segundo o relator do processo, Juiz Fabiano Verli, não foram encontrados indícios suficientes para o prosseguimento da ação penal, manifestando-se, em seu voto, pelo trancamento da ação penal e restituição dos valores apreendidos.

Participaram do julgamento o presidente do TRE-AP, desembargador Raimundo Vales, o Juiz Fabiano Verli (relator) e os vogais juizes Rui Guilherme, Ernesto Collares, Cassius Clay, e o desembargador Agostino Silvério.


(Texto: Ana Barbosa, da assessoria do TRE-AP)

  • Isso é uma vergonha mesmo!! O proprio TRE prende, confirma e depois absorve seus proprios atos!! Que justiça é essa!! E mais tenho certeza que tudo vai acabar em pizza, assim como as prestações de contas de alguns candidatos que seriam impossivel passar!! Só mister M poderia descobrir tamanhas artimanhas!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *