Brasil recebe na próxima quinta-feira um milhão de doses de vacina da Pfizer

A chegada da primeira remessa de vacinas contra Covid-19 da Pfizer/BioNTech no Brasil foi antecipada. A previsão de entrega de 1 milhão de doses do imunizante é na próxima quinta-feira (29).

O senador Randolfe Rodrigues (REDE), que trabalhou no Senado e em outras frentes para acelerar a chegada da vacina ao país, alerta para a necessidade do Estado do Amapá garantir as condições para a conservação do imunizante da Pfizer.

De acordo com informações do Ministério da Saúde, o primeiro lote deverá ser distribuído somente nas capitais por conta do esquema especial de refrigeração para a vacina.

O imunizante da Pfizer precisa ser refrigerado a uma temperatura de -20⁰C por um período de até 14 dias. Se guardadas em refrigeradores normais, que operam entre 2 e 8⁰C, esse prazo cai para apenas 5 dias.

“É com muita satisfação que recebemos essa notícia. Afinal, nosso mandato tem trabalhado para destravar a entrada de vacinas contra a Covid-19 no país. Esperamos que o Amapá tenha se preparado para o recebimento dessas doses”, disse o senador.

Reconhecimento
Randolfe foi relator do PL 534/2021, que autorizou a entrada de novos imunizantes anticovid-19 no Brasil, que tenham passado por certificação de agências sanitárias dos países de origem.

Pelo trabalho em favor da vacinação dos brasileiros, o parlamentar recebeu no dia 19 de março uma carta de reconhecimento da alta cúpula da Pfizer/BioNTech. O documento saúda os esforços do senador do Amapá para adequar a legislação e permitir a chegada de diferentes vacinas para uso no plano nacional de imunização.

“Gostaria de agradecer o apoio de V.sa. na adequação legislativa para que o país tivesse um amplo acesso às vacinas disponíveis em todo o mundo. Estamos confiantes de que isso fará toda a diferença para o país no combate à COVID-19”, diz  trecho da correspondência.

A vacina da Pfizer foi a primeira a obter registro sanitário definitivo pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O imunizante é produzido pela farmacêutica americana Pfizer em parceria com o laboratório alemão BioNTech.

(Júlio Miragaia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *