Coronavac – Previsão é que novas doses sejam distribuídas pelo Butantã só daqui a 10 dias

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, em audiência pública hoje na Comissão Temporária da Covid-19, no Senado, informou  que a previsão é de que novas doses da vacina Coronavac só sejam distribuídas pelo Instituto Butantan daqui a 10 dias.

Cerca de cinco mil idosos de Macapá, com idade entre 65 e 69 anos, ainda não tomaram a segunda dose da vacina Coronavac, pois a quantidade de  doses enviadas pelo governo federal para o Amapá foi bem menor que a demanda.
No Amapá, inicialmente algumas prefeituras  – como as de Macapá e Santana – haviam reservado a segunda dose, pois, em fevereiro o Ministério da Saúde  orientou estados e municípios a fazerem a reserva a fim de evitar problemas caso houvesse atraso na produção de vacinas pelo Instituto Butantã, que depende dos insumos importados da China. No entanto, um mês depois a orientação mudou. O Ministério da Saúde recomendou que todas as doses fossem aplicadas, que não havia necessidade de reservas, garantindo a estabilidade na entrega semanal aos Estados. E isso não aconteceu.
Sem os insumos da China, o Butantã não teve como produzir. E assim, milhares de idosos por todo o país que já deveriam ter tomado a segunda dose estão desesperados e inseguros em relação a eficácia, uma vez que a própria bula do fabricante recomenda que o intervalo entre a aplicação das duas doses deve ser de 14 a 28 dias. Em Macapá, por exemplo, já tem mais de 30 dias que  idosos na faixa de 65 a 69 anos tomaram a primeira dose.

O que acontece quando a segunda dose não é tomada no prazo? Por enquanto ninguém sabe.

Hoje o senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) entrou com representações ao Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal e com uma ação popular na Justiça Federal para garantir a 2ª dose da vacina contra a Covid-19 aos amapaenses. Ele pede que a União adote medidas imediatas para garantir que cidadãos amapaenses não tenham prejudicado seu ciclo de imunização.
  • A irresponsabilidade que, inegavelmente, levará ao caos.
    Hoje completa seis dias da data prevista pra que eu tomasse a segunda dose do imunizante. Será que, quando chegar novas doses, dará pra concluir o ciclo, na demanda, sem balbúrdia????

    • Dá nada, o ciclo de imunização, a partir do vigésimo oitavo dia, diminui exponencialmente. Velhos como nós vão ter que fazer novo ciclo de imunização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *