Coronavírus: Amapá em 1º lugar – A triste realidade

De acordo com o Ministério da Saúde o  Amapá ocupa o 1º lugar no coeficiente de incidência de Coronavírus. Uma triste realidade.
E isso porque grande parte do povo – de todas as camadas sociais – não se conscientiza; não leva a sério essa pandemia que já matou milhares de pessoas pelo mundo inteiro e sete no Estado.
Muita gente continua perambulando pelas ruas, sem necessidade, visita amigos e parentes, promove encontros para assistir lives, faz festinhas com os amigos, não usa máscaras nem luvas e assim contrai  e contamina outras pessoas.
Pais irresponsáveis levam suas crianças para supermercados e praças, além de levar para  visitar avós, tios, padrinhos… “Ah, comigo nada vai acontecer”, costumam dizer. Outros dizem: “Não tenho medo, se eu pegar não vou morrer porque sou jovem e saudável”. Gente que não pensa nos pais, nos filhos, nos parentes, nos amigos. Gente que só pensa em si. Que não se toca que se pegar vai infectar um monte de gente e pode levar à morte pessoas que lhe são caras.  E se isso acontecer, não adianta chorar depois, nem se lamentar, nem se arrepender, pois o choro, o lamento e o arrependimento não trarão a pessoa de volta. E você, que age assim, passará o resto da vida com complexo de culpa e consciência (se tiver) pesada por não ter preservado pelo menos sua família.
Enquanto você está na rua, sem necessidade, há muitos profissionais – como do setor saúde e da segurança – que dariam tudo pra ficar em casa, mas estes sim tem que estar na rua cuidando daqueles que, por teimosia, egoísmo e ignorância, não ficam em casa.

  • Ja era esperada essa triste realidade… Faz tempo que os profissionais da Saude denunciam o estado caótico da Saude Publica do Estado. A Saude nunca foi prioridade ha muito tempo. Talvez agora a Imprensa comece a perceber e escutar os Servidores da Saude… Infelismente a Alcineia comeca o texto responsabilizando de forma equivocada a populaçao, e nao é população a grande responsavel por isso. Tem muita coisa a ser diiscutida nessa tematica nao vou me estender nesse assunto. Voces precisam parar de responsabilizar inocentes e comecar a cobrar a responsabilidade dos gestores públicos.

  • Lamentável! Enquanto a gente faz isolamento, ajuda como pode quem precisa sair, temos pessoas que podiam dar exemplo e usar o respeito que “tinham” junto à sociedade, incentivando pessoas saírem, tudo em nome de uma economia que, se não houver o distanciamento agora, não existirá do mesmo jeito. Não caiam nessa, a gente morre e o dinheiro FICA aqui. Não seja abestado meu mano, fique em casa!

  • Essas atitudes irresponsaveis, medíocres e desrespeitosas com as outras pessoas caracterizam a condição irracional de um bando de “babacas” que, com todo o respeito ao animal, é um jumento.
    Só que esse jumento não é àquele da “Antologia do jumento” música do Luiz Gonzaga que retrata o jumento do sertão. Essa aqui é de outras bandas que sabemos da onde é.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *