Andando pela cidade

Diego encontrou esta bandeira do Amapá chamuscada e  jogada no chão na Praça Bandeira.
Fotografou e mandou para o blog.

  • Sou suspeito em falar da Bandeira do Amapá (cheguei a idealizar uma que não foi oficializada [ver meu blog: http://dinizbotelho.blogspot.com/%5D). Mas não é por isso mas pelo pouco de criatividade que há nela – vejam as bandeiras da Africa do Sul; Cuba; Moçambique; Guiné Equatorial; Saara Ocidental; Sudão; Camarões; São Tomé e Principe; Zimbabwe; Palestina; Jordania; Vanuatu; entre outras. É PURA CÓPIA. Desculpem-me pelo comentario. EU sou amapaense.Abraços.

  • Sou suspeito em falar da Bandeira do Amapá (cheguei a idealizar uma que não foi oficializada [ver meu blog: http://dinizbotelho.blogspot.com/%5D). Mas não é por isso mas pelo pouco de criatividade que há nela – vejam as bandeiras da Africa do Sul; Cuba; Moçambique; Guiné Equatorial; Saara Ocidental; Sudão; Camarões; São Tomé e Principe; Zimbabwe; Palestina; Jordania; Vanuatu; entre outras. É PURA CÓPIA. Desculpem-me pelo comentário comparativo, EU posso porque sou amapaense. Abraços.

  • Não faço apoligias, mas o regime militar teve seu lado bom, a partir do momento que estimulava o patriotismo. Se o civismo fosse mais valorizado, nossos jogadores não passariam vergonha na hora de cantar o Hino Nacional. Eles não cantam porque não sabem. E alguns ainda disfarçam, mascando chicletes, Lembram travestis dublando músicas da Shirley Bassey e Gloria Gaynor.

  • Então… Pra mim desrespeito com o Estado e com as instituições é sucatear educação e saúde. Ou deixar de prover a população com recursos básicos de saneamento, como água tratada. A bandeira? Bem, no fundo é só um pano, né?

  • Isso é um desrrespeito ao nosso estado, não só ao estado mais com os amapaenses tanto os que aqui nasceram ou que adotaram esta terra para viver, temos que ficar atentos aos baderneiros que usam nosso pavilhão para lutar por uma causa onde só trazem desordem para o nosso povo.
    Não destruam o que foi construido com muita dificuldade, ame o AMAPÁ.

  • Um individuo desse, que nunca podera ser chamado de cidadão Brasileiro, ao ser convocado pra defender sua pátria será o primeiro a se esconder como um rato, pois não tem respeito nenhum pelos símbolos que representam a sua Pátria-Mãe. Saudades de minhas aulas de OSPB, de cantar alto o Hino Nacional Brasileiro com a mão no peito, arrepiado de tanta emoção. Que me perdoe o Radialista Reginaldo Borges, mas as vezes a unica coisa de mais importante que temos no programa o ‘Estado é Noticias”, é abertura com a Canção do Amapá. Quantas fotos mais iguais a esta ainda iremos ver???

  • Isto significa dizer que nem civismo mais há por aqui. A bandeira de nosso Estado e o Hino do Amapá devem ser tão respeitados quanto os símbolos nacionais. Lamentável!

    • Quando comecei a estudar, ainda era lecinada uma matéria chamada EMC – Educação, Moral e Cívica. Depois tiraram-na da grade escolar, não sei por qual motivo. Garanto que a maioria dos alunos de hoje sequer conhecem o Hino do Amapá.
      “Eia povo destemido / Deste rincão brasileiro / Seja sempre teu grito partido /
      De leal coração altaneiro…” O civismo anda fora de moda. Não é à toa que o brasileiro valoriza tanto o que vem de fora.

      • Calma..
        OSPB e EMC eram na verdade propaganda dos ideais da ditadura militar.
        Lógico que devemos incentivar os jovens a terem o mínimo de respeito com as instituições e símbolos nacionais, mas sentir saudades dessas disciplinas é demais.

        • Não falei que sinto saudades. Aliás, nem me lembro do conteúdo dessas matérias. Só sei que estimulava o civismo, assim como a tradição de cantar o Hino Nacional na porta do colégio, antes de entrar para as aulas. Cheguei a participar dessas cerimônias no Barão e no GM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *