Bom dia!

Que cada um
leve um pássaro
para a amada.
Quem possuir anjo
leve também
seu anjo.

É Natal

Deus acende
pássaros
e rosas
e estrelas
que tentam
inutilmente
fazer renascer
a cor branca
enodoada
pelo vento
que vem das usinas
nucleares.
(Alcy Araújo, 1924-1989)

  • Em 1988 retornei ao Amapa, depois de sete anos estudando fora do estado! Fui levado por amigos novos a uma casa, na rua Tiradentes, esquina com Iracema Carvao Nunes, bem no coracao da cidade! Conheci um jornalista-poeta, ou seria um poeta-jornalista. Pensava independente. Era carismatico. Lia meus textos com entusiasmo adolescente, me vez voltar muitas vezes. Escrevia em uma historica maquina de escrever, estranho, as vezes na penumbra de um pequeno escritorio abarrotado de livros e papeis. Sua intimidade com aquele teclado dispensava iluminacao. Quando encantou, me deixou como heranca a conviccao de que meus textos eram bons. Eu acreditei! Alcy continua encantado ate hoje!

Deixe uma resposta para AlmeidaJunior Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *