Cadê a bancada?

Recebi do leitor Jr. Vales com pedido de publicação:

“No programa do Belair, o Bronca na Mesa, no sábado, dia 24, estavam o geólogo Feijão, desembargador Gilberto Pinheiro e Alberto Góes. O tema era desenvolvimento da Amazônia. Durante o debate, eles falaram sobre vários temas entre os quais a Zona Franca Verde. E os entrevistados foram unânimes em dizer que falta vontade política para o projeto sair do papel. É um embate com os empresários do sul do país.  Alberto Góes disse que os industriais do centro-sul não querem que as fábricas se instalem no Amapá. Ele explicou que com a Zona Franca Verde, com os incentivos fiscais, o estado passa a transformar a matéria-prima em produto e com preço muito competitivo. Segundo ele, chegar em Manaus com a matéria-prima e sair de lá com produto tem o custo de transporte agregado alto. E isso não vai acontecer no Amapá.
E aí pergunto: cadê a bancada?
Outro ponto que Alberto Góes tocou que me chamou atenção: é a criação de duas reservas extrativistas mineirais, uma em Oiapoque e outra em Lourenço. Segundo ele, o projeto já está pronto e o governador
Pedro Paulo Dias já vai encaminhá-lo a Assembleia Legislativa. Pelo que entendi, a idéia, no caso de Lourenço, seria normatizar a atividade de garimpagem com a intenção de por fim aos conflitos entre brasileiros e polícia francesa. Foi o que ele deixou claro na entrevista.
Como funcionariam essas reservas? Pode ser importante para o Amapá já que ele diz que é um projeto pioneiro.
Achei bom o debate, mas muitos assuntos precisavam ser mais claros, como a reserva.”

  • P/ Capiberibe. Éeeeeguaaa mano… Será que o Capi ia mesmo defender o nanico??? Tómati muleke doido qui nao intendi mais nada!!

  • O Alberto Goes e um dos melhores tecnicos que existem no Amapa. Competente, sério e tem tudo para ser um bom representante do nosso povo em Brasilia. Alberto lute e vença e vamos nos encontrar em Brasilia, no proximo ano. Nao ligue para quem nao sabe de sua competencia. O resto e perfume.

  • Cadê a bancada federal? Ela aprovou a Zona Franca Verde no Congresso brigando com os deputados e senadores do sul, sudeste, centroeste e do amazonas!!!
    O problema não tá na legislação, essa foi aprovada. O problema tá no desgoverno na falta de execução que esse nanico do alberto góes participou por sete anos e meio. Nunca fez nada pelo estado a nao ser empregar a família góes…

  • quando aparece alguem interessado em resolver alguma coisa nesse estado ainda é taxado de incompetente,vai saber que esses porras da oposição querem.

  • Com estes politicos que temos da nisso, depois um cara la de goias vem dizer que o amapa e uma abstração ai todo mundo fica zangadinho. nossos politicos sao uma abstração.

  • O que o feijão e o Alberto Góes querem é voto. O feijão jamais defendeu o Amapá quando foi deputado federal. O Alberto Góes, que pertenceu a todo o governo Waldez, nunca mexeu uma palha no sentido de defender a Zona Franca Verde ou reservas extrativistas, e agora vêm com essa lenga-lenga… Sabem o que eles querem? VOTOS! E ainda tem besta que acretida neles.

  • O Alberto Góes por ser candidato a deputado federal já começa mal, atacando a bancada federal. Por que não fez essa cobrança quando era o todo poderoso do governo? É mais um daqueles que agora tem solução pra tudo. Dá um tempo “sabichão”.

  • FALASTRÕES!!!

    P/Gil Barbosa.

    Você tem razão. Tanto Antônio Feijão (ex-PSDB-AP. Agora não sei nem em qual partido está), como Alberto Góes são falastrões. Esse Alberto Góes (PDT-AP), se acha “o homem mais inteligente” do planeta Terra. Acumulou durante toda a gestão de WG vários cargos estrtégicos do Estado. Foi apelidado de “SUPER SECRETÁRIO” e só fez bobagem. Demonstrou incompetência com a administração pública.

    Detalhe: tem gente no meio amapaense que tem medo de encará-lo, porque BORRAM (se mijam, se cagam) de medo dele. Medo de discordar de suas ideias, porque ele estudou nos EUA (doutorado, etc, etc…), como se lá fosse o lugar mais perfeito do planeta para resolver o problema da humanidade. Ledo engano.

    Tanto, Antônio Feijão como Alberto Góes, não servem para representar os amapaenses na Cãmara Federal-DF, são falastrões demais.

    Sugiro a eles que abandonem a CARREIRA POLÍTICA e parem de enganar o povo.

  • Engraçado esse sr. Alberto Góes, foi o grande mentor do ex-governador Waldez Góes, passou sete anos mandando e em algumas situações mais que o próprio governador, era uma espécie de déspota exclarecido do góesverno. Nesse período literalmente abandonaram o lourenço e sua gente. Para se ter uma idéia, o linhão que chegou em Calçoene em 2002, está apenas 100km do distrito de Lourenço que sofre até hoje com racionamento de energia. E pensar que lendo Diário Oficial da semana passada, lê-se o nome dessa incompetência declarada sendo nomeado assessor especial. Até quando teremos sofistas dessa natureza falando em organizar o nosso futuro? Por isso sr. Jr. Vales, não se iluda é só discurso. Me diga uma grande realização de Feijão como Dep. Federal? Só engodo, só falácia. Não dá pra levar a sério alguém que governou a Amapá por sete anos e três meses sem ter sequer um plano de governo e não contentes com isso envloveram o Orçamento Estadual num cenário que se não for revertido quebrara o Estado(execução financeira) daqui a uns cinco ou sete anos. É só esperar.

  • É MUITO BLÁ, BLÁ, BLÁ!!!

    Sabe qual é o grande problema dos políticos brasileiros e, principalmente, amapaenses? Falam demais! O discurso quando não se tem madato é um, quando se elegem, mudam totalmente.

    Ao chegar na Câmara Federal e/ou no Senado ficam conchavando interesses pessoais e, desculpe-me pela expressão: “FODA-SE” os interesses da coletividade. É isso que acontece, é isso que acontece…

    Querem um exemplo: teve um senador do Amapá que se utilizou da tribuna para defender o Paysandu (time de futebol de Belém do Pará. Nada contra o papão). Pode uma coisa dessa? Fala sério! Tem coisa muito mais séria a ser tratada na administração pública.

    Ah! Quase esqueci. O senador? Foi o Papaléo Paes (PSDB-AP).

    Assim não dar. O Estado do Amapá pode crescer com político desse naipe?

    P.Q.P!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *