Cai o secretário de saúde

O governador Camilo Capiberibe exonerou agora à noite Edilson Pereira do cargo de secretário da Estado da Saúde. Para substituí-lo foi nomeado Lineu Facundes – que ocupava o cargo de secretário adjunto.
Lineu é o terceiro secretário da saúde em pouco mais de um ano do governo PSB-PT. O primeiro foi Evandro Gama, que deixou o cargo em junho do ano passado. Gama foi substituído por Edilson Pereira, na época secretário adjunto.

Da Quarta-Feira de Cinzas para cá esta é a terceira mudança no alto escalão do governo. Quando as cinzas caíam sobre  anunciando o final do reinado de Momo, caiu o diretor do Detran, João Gomes; domingo passado, caiu o secretário de educação José Maria e hoje à noite o de Saúde.

  • “Troca, troca, troca, troca quero ver trocar, se não troca o homem troca, é melhor trocar”. Dá-lhe Camilo!

  • Lamento ter saido o colega Edilson que é conhecedor do SUS e tem compromisso com os usuarios. Estou certo de que foi por motivos pessoais e que mesmo fora do cargo, Edilson irá ajudar muito a gestão da ´SESA. Lineu também é conhecedor e com experiencia administrativa. Meus votos de sucesso e que a saúde encontre o caminho certo.

  • É impressionante o fanatismo capiberiano, erros não justificam outros erros, se conformem com a realidade, Dinheiro público e igual água benta, ” todos querem um pouquinho”. considerando o passado de alguns secretários, o povo não tem a memória curta, apenas acomoda-se, esse é o mal dos brasileiros.

  • Pura verdade Neide. A maioria da imprensa do Amapá passou oito anos escondendo os escandalos da administração do Waldez Goés e agora querem passar para o povo uma imagem de imprensa independente. Poucos tiveram coragem de fazer um jornalismo sério. Podemos citar como um jornalismo independente e critico o feito pelo blog da professora Alcinea, que sempre procurou dar a noticia de forma verdadeira, sem lado A ou B.

  • É…foi o Capi que fez.
    vejamos pelo lado bom, realmente é o governo da mudança, muda, muda, muda, não melhora. Calma faltam 3 anos, um já foi.

    • Verdade! O secretário de educação Adauto Bitencurt(AMAPÁ VIP) passou todo governo da harmonia sendo denunciado, só saiu do cargo quando a PF o Grampeou.

  • Não é o governo da mudança, então, por isso que vive mudando os secretários. Devia mesmo fazer uima mudança radical nesse governo, em vez de ficar exonerando e nomeando, devia fazer concurso pra ser ocupado por funcionários efetivos nao por cargos comissionados.Se tem dinheiro dinheiro pra pagar esses servidores, entao que eles sejam efeivados, mas tem os acordos políticos por isso, que os órgãos vao sempre viver esse caos.

  • O LINEU JÁ MANDAVA NA SAÚDE E SABIA DE TODA MALANDRAGEM NAS LICITAÇÕES. TROCOU SEIS POR MEIA DÚZIA. ETA GOVERNO DA MUDANÇA. NÃO MUDOU NADA SÓ EFETIVOU QUEM MANDAVA. VAI CONTINUAR TUDO DO MESMO JEITO. ACORDA SOCIEDADE, ACORDA MP, ACORDA AUDITORIA DO ESTADO.

  • o governador camilo esta acertando nessas mudanças de governo que e natural assim foi no governo waldez e vice versa ou seja nao o porque criticarem o governo

  • Tive informaçoes de que alem do lineu facundes assumiu tambem como secretario adjunto o medico e clinico geral DR ronaldo dantas um medico muito competente parabens DR ronaldo um excelente medico

  • Foi tarde de mais! Muito tecnocrata, amarrado, lento…. Enquanto a assistência , claro, que depende e muito da gestão , encontra-se demasiadamente travada, isto e , falta de insumos, condições de trabalho, resposta a contento para o usuário, infra estrutura predial pos guerra ( caramba ! adm pela seinf), ufa … Lineu consegue equilíbrio nas duas vertentes : gestão e assistência . Boa sorte, vida longa…. O SUS

    agradece!

  • esse é um processo natural, infelismente o novo diretor do detran não gosta de PMs, espero que ele não possa contar com a corporação, agora felismente ele saira do meio policial onde não demostra perfil é apenas um desagregador.

    • Um alerta! Quem nunca ouviu falar da frase, “não se põem a raposa para tomar conta do galinheiro”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *