Comentário do leitor

Na caixinha de comentários, o leitor Mundico escreveu:

“Tenho me perguntado as razões que movem tantos leitores a manifestarem suas opiniões de forma tão agressiva quando estão diante de alguém detentor de mandato ou de cargo público de alto escalão. Confesso que o anonimato é uma tentação para o achincalhe da vida alheia, como bem sinalizou a Alcilene em solidariedade à sua dileta irmã, titular deste blog. Contudo, não se pode transformar um veículo tão importante como este em instrumento de tortura moral.

A bem da verdade, a blogueira, muito embora não tenha responsabilidade direta pelo que os outros escrevem, acaba por suportar tal ônus ao permitir a publicação de fatos ofensivos à honra alheia, travestidos de opiniões pessoais. Esse é o ponto nevrálgico da questão.

Como todos sabem este blog é livre para as opiniões e não sofremos censura prévia como muitos outros que não nos permitem externar opiniões divergentes aos seus proprietários, deixando-nos sempre “na fila para a liberação”. Diga-se, fila que nunca anda quando a mensagem viaja na contramão de determinados interesses.

Se é uma forma de auto-proteção não vejo problemas, afinal nem todos tem a mesma coragem; se é filtragem de interesses a coisa muda de figura já que ao enaltecer a censura, valida-se um comportamento que há muito se tenta banir e que custou a vida de muitas pessoas, todas abnegadas defensoras das liberdades. Nesse caso deve prevalecer o espírito democrático. Por outro lado, se a conotação do blog é puramente jornalística não se deve permitir o comentário, porquanto na medida em que permitimos a crítica, devemos estar preparados para receber não só elogios.

Assim, essa liberdade que nos é dada, a princípio, ao meu sentir, não está inicialmente limitada pela blogueira, pois deve encontrar uma limitação dentro da consciência de cada um de nós.

Devemos nos lembrar sempre que este veículo (além do Repiquete) tem sido por muito tempo um grande companheiro de todos nós, além de acolhedor das nossas críticas e um grande escudo nas defesas que travamos, sobretudo na esfera da política. Tudo que aqui fazemos ressoa em toda a sociedade. Alguém duvida ?

Com isso, devemos buscar sempre manter este espaço democrático como o porta-voz das nossas idéias e desejos. Mas isso somente será possível quando estivermos convictos que a crítica responsável tem limites e que a honra alheia deve ser respeitada.”

  • Eu tb penso assim,pois os pseudos em geral existem p/isto.Mas quem garante que os que usam nomes póprios aqui como JOÃO,PEDRO OU MARIA(exs),se chamam realmente assim?Outra,a blogueira tem “moderador”,não agradou,DELETA e ponto.Oque não é legal é postar comentários se dirigindo de igual forma,desrespeitosas tb p/com o leitor,seja ele quem for.A blogueira há de convir que o acesso a internet é livre p/todos,independente de polimento,educação,grosseria ou não.Não achei legal o termo ” seu comentário joguei no lixo”,dito pela blogueira a um leitor.Se é comigo,eu diria,aproveita e joga o blog tb,pq comigo “bateu,levou”.Uso de polimento,educação p/quem usa comigo.Alguns blogueiros “se acham”.

  • Concordo com tudo , mas alerto que anonimato no Amapa é compreensivel, não se trata de covardia, e sim de evitar perseguição a si como aos seus familiares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *