De mal a pior

A Federação das Indústrias desenvolveu e lançou recentemente o Índice FIRJAN de Gestão Fiscal (IFGF) para os municípios do País. Trata-se de uma ferramenta “que tem como objetivo estimular a cultura da responsabilidade administrativa, por meio de indicadores que possibilitem o aperfeiçoamento das decisões quanto à alocação dos recursos públicos, bem como maior controle social da gestão fiscal dos municípios”.
O IFGF é composto por cinco indicadores: Receita Própria, Pessoal, Investimentos, Liquidez e Custo da Dívida.
O Amapá, mais uma vez deixou a desejar. No ranking nacional o município amapaense  melhor posicionado foi o de Serra do Navio, em 859º lugar, Macapá  ficou em 3839º e Ferreira Gomes em 4995°, o último dentre os municípios amapaenses.
Quando se compara as capitais da Região Norte a melhor posição é a de Porto Velho no 12 º lugar enquanto  Macapá é o última colocada.

    • Verdade , não é de se espantar nem um pouco. Só que pelo andar das coisas creio que não vai piorar mais , pelo menos neste setor (não dizendo que nos outros não, falo só sobre este setor que é de meu conhecimento), o Governo está tentando ”reviver”, ”restaurar”, oq a muito estava morto e sucateado, o incentivo neste campo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *