DEM e PSDB deixam o Conselho de Ética

Da Agência Estado:

BRASÍLIA – O senador Demóstenes Torres (DEM-GO) anunciou há pouco que o DEM renunciará às seis vagas que tem direito no Conselho de Ética em protesto contra o arquivamento das onze ações movidas contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).
Pelo DEM, faziam parte do Conselho de Ética como titulares os senadores Heráclito Fortes (PI), Eliseu Resende (MG) e Demóstenes Torres. ACM Júnior (BA), Maria do Carmo Alves (SE), e Rosalba Ciarlini (RN) eram os suplentes.Demóstenes Torres, que é presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), informou ainda que retirará da pauta de votações, da comissão, o projeto de autoria do senador Tião Viana (PT-AC) que propõe a extinção do Conselho de Ética. Em contrapartida, o senador ACM Júnior, relator do projeto de Viana, apresentará um parecer substitutivo propondo mudanças nas regras do colegiado.Torres explicou que, de acordo com o substitutivo, o Conselho de Ética seria formado por apenas um senador de cada partido com representação no Senado, para evitar que a base aliada fique com a maioria das cadeiras e derrube as investigações incômodas ao governo, como o fizeram nos processos envolvendo José Sarney. Os senadores que forem indicados para compor o colegiado também não poderiam ser suplentes, nem alvo de processos na Justiça. “Isso poderia recompor a credibilidade do Conselho de Ética”, avaliou o senador.

Do G1:

PSDB se une ao DEM e deixa o Conselho de Ética

A bancada do PSDB no Senado decidiu nesta terça-feira (25) deixar o Conselho de Ética do Senado. Mais cedo o DEM anunciou a mesma medida. Os partidos têm cinco das quinze vagas no colegiado. A ação é um protesto contra o arquivamento de 11 ações contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). A proposta da oposição é reformular o Conselho de Ética.
“Já estava decidida a nossa saída e vamos formalizar nesta tarde”, disse o vice-líder tucano, Álvaro Dias (PR).

DEM e PSDB querem trabalhar agora por uma reformulação do colegiado. Os senadores ACM Júnior (DEM-BA) e Marisa Serrano (PSDB-MS) vão coordenar as discussões nesta direção.

  • Papaleo é um falso tucano e sim um autentico carrapato do saco do Sarney.
    Defendeu com unhas e dentes, mas escreveu sua despedida do senado. Erro politico de quem deveria continuar apenas sendo medico.

  • Eles só querem é “fazer o filme” porque não muda em nada eles saírem.. só querem mesmo é chamar atenção.. mas todo mundo já viu que essa crise acabou!

  • Conselho de Ética! Essa é boa. Não há conselho que valha, muito menos existe ética. Já vão tarde. Os que ficam, tomara que não demorem a deixar o tal Conselho.

  • Agiram certo. Conselho de ética que tem maioria da base governista “é moleza”,pq fica sempre no 10 contra 01.Trocando em miúdos….muitos p/bater e poucos p/reagir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *