Ele é internacional

Jorge Junior (na foto com sua tia Hildete) é macapaense, orgulho da família e dos amigos da família. Ele tem 30 anos e já é piloto internacional da TAM. E comandante alto nível, top mesmo. É piloto de aeronave 777, a maior da América Latina e a segunda maior do mundo.
Numa folga entre os vôos que faz pra Miami, New York etc esteve em Macapá participando da festa de 80 anos de sua avó Otília Guedes, semana passada.

Ah, sim. Ele é do meu bairro, da minha rua. Quando criança (e parece que foi ontem) estava sempre na minha casa jogando vídeo-game com meu filho. São amigos. A amizade entre nossas famílias vem de longe. Vem do tempo que o bairro central era Bairro da Favela e meus pais e seus avós figuram entre os primeiros moradores da nossa rua.  Meus pais eram padrinhos de seu pai, eu sou comadre da tia dele. É uma amizade bonita, né? Amizade que vai se renovando a cada geração. Daí, a minha felicidade e meu orgulho ao ver o menino que até um dia desses manuseava os controles do víde0-game agora pilota e controla um dos maiores aviões do mundo e recebe elogios por onde passa.

  • bom dia! Quero aqui deixar meu registro, Trabalho na área comercial e sou acostumado a ir de um lado para outro, porém na penúltima viagem que eu fiz de férias com minha esposa, tive a oportunidade de voar (FOR-MAO) No dia 23/12 com o Comandande Mareco(Jorge Mareco), além de passar informações do voo e climatologia (você percebia a paixão pelo trabalho), tive a oportunidade de presenciar um dos pousos mais suaves que senti uma aeronave fazer. Deixo minha contribuição e elogío para o exemplo de profissional que ele é. POR FAVOR mantenham esse exemplo de profissional na equipe de vocês, o mesmo possui o espírito do comandante Rolim, Parabéns Mareco!

  • Alcinea, tenho 47 anos, sou amapaense e sai de Macapá aos 18 para estudar. Infelizmente nunca mais voltei. Não lembro do bairro central ser chamado de bairro da favela, pra mim o bairro da favela é o atual Santa Rita. Parabéns ao Jorge Junior pela conquista. Eu acredito que eu também tenha chegado lá, inclusive tenho uma grande curiosidade: será que eu sou o primeiro doutor (Doutorado em Engenharia Elétrica) nascido na Ilha de Santana? Outra coisa: não sei se o Jorge Junior faz isso, mas em qualquer lugar do mundo que esteja, se alguém perguntar, deixo claro que sou de Macapá, com muito orgulho.

  • Parabéns à família da Almirante Barroso, da qual sinto-me incluído. Temos outro amapaense, que também é pioto da TAM: Fernando Bezerra Pinto, que esteve no natal, aqui na terrinha.

  • Muito bacana ver um amapaense legitimo nos representando nos ares mundo afora. Alcinea, tenho um primo de nome Jorge Mareco que também é comandante da TAM. Hoje, ele pilota vôos domésticos, mas também ja esteve em ares internacionais como Milão. Grave abraço

  • Grande Jorge, que legal essa sua reportagem com um amigo que a muito tempo não vejo e não tenho contato. Estudavamos juntos no Colégio Atual no ensino médio. Lembro que desde lá ele já tinha esse sonho de um dia ser um grande piloto, e agora vejo aqui pelo seu site que ele conseguiu. Lembro que ele, logo quando terminamos o ensino médio foi embora para belém pra fazer o curso de piloto e se não me enagano foi p/ são paulo logo em seguida. Fiquei muito feliz ao ver agora que ele conseguiu almejar o sonho e hj em dia pelo que vc diz, é um grande piloto. Parabéns a ele e a toda familia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *