Grito dos Excluídos

Em todo o Brasil no dia 07 de setembro é celebrado o 17º. Grito dos/as Excluídos/as, cujo lema em 2011 é Pela vida grita a terra… Por direitos, todos nós! A Campanha da Fraternidade deste ano, com o lema A criação geme em dores de parto representou um grito em defesa do planeta e todas as formas de vida. Por isso, O Grito deste ano é o grito do planeta Terra, que está sendo devastado por um desenvolvimento predatório.

Em Macapá a manifestação organizada por pastorais, movimentos, Comunidades Eclesiais de Base da Diocese de Macapá, sindicatos, associações, grupos estudantis, Movimento Mãos Limpas, entre outras instituições religiosas e sociais levam O Grito para o meio do mundo, no monumento Marco Zero do Equador.

A concentração começa às 08h da manhã, no estacionamento da orla do Araxá, com a palavra de Dom Pedro José Conti, Bispo de Macapá, e às 08h30 começa a caminhada com diversas paradas para reflexões bíblicas, gestos de denúncias, cantos e palavras de ordem, passando pelas ruas dos bairros Araxá, Aturiá, Pedrinhas e chegada no meio do mundo onde todas as pessoas presentes na manifestação irão abraçar o Monumento Marco Zero do Equador e gritarão Pela vida grita a Terra… Por direitos, todos nós! Em seguida cantarão a canção Pérola Azulada, de Zé Miguel.

(Oscar Filho – Pastoral da Comunicação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *