Mais violência

Assaltantes renderam agora há pouco um empresário  em Macapá.
Com armas pesadas, fizeram o empresário conduzi-los até sua casa no bairro Perpétuo Socorro. Lá amordaçaram a esposa e os filhos,  fizeram limpeza e fugiram no carro da família.
No twitter, Alcilene informa que  “os assaltantes estão na cidade em Pálio Wekend vermelho, fortemente armados”.

Atualização às 15h29 – O carro acaba de ser encontrado no Araxá.

  • Apurar tambem a origem do dinheiro roubado. Estão falando em cifras milionárias. Bastaria aplicar o princípio do “non olet”…

  • Há que se mudar urgentemente esse comando do setor de segurança pública do Estado. Esse sr. Vasconcellos, esse sr. Aldo, esse sr. Pauo Cezar são resquícios de um governo que sucateou os serviços que atingem diretamente a população. E a segurança pública foi quem mais sofreu com a falta de recursos e de investimentos. O próprio Calandrini ao sair do governo afirmou que a referida área teve pouca atenção do sr. Góes. O aloprado Waldez feriu de morte setores vitais da sociedade e o reflexo se mostra agora.

    Aumento de homicídos, assaltos e furtos. Há que se investir na polícia investigativa. Só repressão não funciona. Vivemos numa cidade insegura e nem sistema de alarme e seguranças fardados resolve. Os ladrões estão amedrontando a classe média amapaense. Os mais desafortunados já se cansaram de pedir ajuda e hoje eles recebem até a proteção dos bandidos. O malfadado Waldez não pagou nem as operadoras de telefonia e a segurança pública ficou totalmente muda. Ainda fala em ser senador.

    O dinheiro da segurança pública, da saúde, da educação, da infraestrutura estão com o sr. Adauto, mentor e articulador mensalão do PDT.

    • Não sou policial nem tenho coragem de matar uma galinha sequer. Mas se dissesse que não aprovo o “desaparecimento” de alguns bandidos, estaria sendo hipócrita. Ora, se uma rês contai febre aftosa, todo o rebanho é sacrificado, por que não fazer o mesmo com pessoas que só vivem pra fazer o mal?

  • Quando vão parar com essa mania de colocar a culpa na polícia pelo aumento da criminalidade? A polícia jamais vai reduzir a bandidade, uma vez que só atua de forma paliativa, quando o problema já está instalado. A não ser que se aprove a pena capital, e esta seja aplicada tampestivamente pela polícia. Aí, sim, a bandidagem diminuiria vestiginosamente.

    • Sim, mas se a polícia estiver presente nas ruas e se fizer o trabalho de investigação com seriedade, com toda certeza a criminalidade diminuirá. Entretanto, vejo que o grande problema do Amapá não está na polícia, mas sim nos gestores do dinheiro público. Afinal de contas, como poderemos exigir da polícia se falta até combustível para as viaturas?

  • É reflexo de um governo pífio, Waldez Goés acabou com a polícia interativa e poderia ter aperfeiçoda cada vez mais. Omissão e roubo do dinheiro público tornaram a população sem segurança mínima e os bandidos sabem disso. Mas o efeito bumerangue é que também políticos, empresários têm sido vítimas dessa bandidagem. A eleição (se é que podemos confiar numa eleição honesta) está aí para todos nós votarmos conscientemente para melhorar a vida dos cidadãos honestos, pagadores de impostos. E também mandar para prisão os bandidos do colarinho branco.

  • daqui a pouco vamos receber outro título como a cidade mais violenta do país. Brincadeira isso, e aí vem essa liberação desse dinheiro do BNDES para essa cambada de pilantras meterem as mãos. ACORDA AMAPÁ!!!!

  • Com meu amigo Reginaldo, superintendente aposentado do Banco do Brasil, aconteceu a mesma coisa. Ele foi assaltado na porta de casa e levou um tiro na virilha. Estava tomando um remédio anticoagulante de sangue e sangrou até morrer. Para mim, dois fatores contribuem grandemente para essa aceleração da violência: falta de família e apelo consumista da mídia.

  • Ninguém tem mais sossego. A bandidagem está tomando conta do país. Salve-se que puder! A segurança pública e os investimentos na área são pífios. Os políticos não estão nem aí. Só querem saber de novos mandatos e o povo… “Óóóó!”. É preciso dar o troco em outubro próximo.

  • Ta bom de começar a ficar de olho no Araxá, mais um carro que foi deixando lá após um crime. Aaaaai ai..Onde vamos parar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *