Mudos

Há várias semanas os telefones das secretarias estaduais estão mudos. Foram cortados por falta de pagamento.

  • amiga Alcinea ainda ficam dando manchete se o Waldez sai ou fica no mandato,essa vencedora que trouce o Bala, Waldez e outros do jaburu dos alegres, já esta fazendo agua faz tempo se preparem pedetezada que vcs irão sair agora em abril senão dia 31 de dezembro não escapam.Egua da turma imcompetente para administrar o dinheiro e competente para inrrequecimento ilicito.O meu estado esta falido um governador que passou quase oito anos para arrumar um onibus do trapiche, fechou um museu a ceu aberto no municipio de amapa,fechar o museo sacaca pronto,nossa saude um caos e olha que no passado eles diziam que a saude devia ser administrada por pessoas formadas na area da saude e agora durante seu governo sempre foram medicos nomeados secretarios dos o3 foram para cela da policia federal parace que foi ontem Waldez, mas tem coisa que o povo não esquece, estamos lhe esperando para o debate venha candidato amigo.Fuí

  • Há aproximadamente 15 dias os Jabazeiros,Bajuladores e os Ganha Fácil;esculhambaram com o Prefeito de Santana,Antonio Nogueira,porque o pagamento dos contratos administrativos estavam atrasados.A pilantragem é tamanha que no GEA,está tudo atrasado,ele não paga ninguém e eles não falam absolutamente nada.Vamos dar apenas um exemplo, os caçambeiros que estão 6 meses atrasados.Porque o governo não faz um convênio com os prefeitos para resolver a questão de calamidade que vive os municípios,afinal o governador é o Estado e não do Município de Macapá.Para o prefeito cassado Robberto Góes,ele fez um convênio de R$ 20 milhões e já gastaram tudo,deu apenas para pintar 2(duas) praças e fazer propaganda fajuta e enganosa dessa senvergonice.

  • Tem uma saída.Por que ele não toma emprestado das quadrilhas que saquearam o estado.O que menos tem;tem 5 Posto de Gasolina.

  • Querida Alcinéia,essa Manchete sua,já tem 30 dias e não há solução,porque o Governo do Amapá está falido e povo Fu…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *