Operação Eclésia

Ministério Público Estadual e Polícia Civil deflagaram na manhã de hoje a Operação Eclésia com o objetivo de desmontar um possível esquema de corrupção envolvendo a Assembléia Legislativa e empresas que prestam serviço ao Poder Legislativo.
Mandados de busca e apreensão de computadores e documentos foram cumpridos em empresas, residências e prédio da Assembléia.  Nenhum mandado de prisão foi pedido.

Entre os locais onde foram cumpridos mandados de busca e apreensão estãoa MCB Assessoria, Agência de Viagens Tapajós, Cooperativa de Transportes, residências dos deputados Moisés Souza e Edinho Duarte, além de residências de funcionários e de gerentes de empresas.

O Ministério Público Estadual investiga nepotismo, indícios de fraudes, desvio de verbas, favorecimento de empresas ligadas aos parlamentares e saques de altas quantias na boca do caixa em instituições bancárias.

Uma das investigações está relacionada à locação de um prédio de propriedade do deputado Eider Pena, onde funcionam vários setores da AL. O MP suspeita que houve irregularidade na locação. Há também indícios de irregularidade na locação de veículos. Só em 2011 a AL pagou mais de R$ 3 milhões para a Cootran, uma cooperativa de transporte. De acordo com uma fonte do MP, o dinheiro repassado para essa cooperativa era recebido na boca do caixa por um servidor da AL que seria testa de ferro de um deputado.

O presidente da Assembléia Legislativa Moisés Souza disse ao blog que a Operação Eclésia “é uma represália” do Ministério Público e do Governo do Estado à Assembléia por causa das CPIs da Saúde e da Amprev que estão em andamento naquela Casa. “É a polícia política do governador Camilo agindo”, disse.

(Mais informações sobre a Operação Eclésia a qualquer hora aqui no blog)

  • É pena que só vamos prestar conta com essa turma em 2014. Tomara que o povo não esqueça; como sempre, ou aquele CESTÃO expie todo os pecados desses infiéis.

  • já teve tanta busca e apreensão na assembleia que duvido seja encontado alguma coisa, só a federal teve duas vezes e tem ate agente federal de guarda na assembleia, então acho que é só fumaça do mp pois ele sabe não ter nada o mp esta so fazendo represalia e noticia

  • Agora sim! Está é a “HARMONIA” que o Amapá precisa e que nós queremos. Os poderes constituídos cumprindo seus deveres em harmônia com a constituição e as leis. Não aquela patifaria dos últimos 8 anos.

  • Infelismente alguns parlamentares amapaenses são blindados por “mãos invisíveis”(guardiões de corruptos) e, consequentemente a um predomínio da impunidade. Parabéns ao MP e a Polícia Civil pela fiscalização e apuração de possíveis irregularidades na gestão pública da AL/AP. Em pleno século XXI não podemos mais admitir gestores públicos com práticas obsoletas, anacrônicas.

  • Assemblia suja. Mas o Executivo não fica atrás (ainda mais que o atual governador era “um deles”. Operação no Setentrião também. Limpeza completa.

  • so quero lembrar que o MP tambem se utiliza de recursos publicos, em breve saberemos como eles gastam isse recurso.

  • Olhe Dra. Ivana os deputados Valdeco e Zeze Nunes queria armar o mesmo esquema na SEMA e no IMAP. Com impressa fantasma e aluquel de carro. Verifique se os carros alugados não são deles.

  • Parabéns ao MP e a polícia civil pela oepração contra essas pessoas que enriquecem da noite para o dia a custa da miséria da população.

  • Alcinea, passei aqui para te dar um abraço, elogiar seu blog, te desejar muita saúde e paz. Porque comentar essa materia, mais uma materia sobre enriquecimento, desvio, roubo,sinceramente, acaba com nosso humor, eu já não aguento mais, EU JÁ NÃO SUPORTO TANTA FALTA DE PIEDADE desses políticos daqui, que não tem pena de roubar do Estado mais pobre do Brasil. Então, que Deua a abençoe, tudo de bom, um abraço.

  • Após a operação,deverá ser dado “nome aos bois”,como: valores desviados, testas de ferros envolvidos,empresas envolvidas e a necessária devolução aos cofres públicos da apropriação indébita.

  • Primeiramente parabéns Alcinea por publicar a matéria no seu blog. No entanto quero expor minha revolta com a maioria das rádios de Macapá, que não deram a minha para o operação do MP e PC. Também a propaganda da Assembléia rola solta nestas emissoras, quanto será que a Assembléia pagas para essas pessoas. Vamos dar a resposta a esses caras de pau nas urnas.

  • Deputado Moisés,

    Imagino que tal operação foi autorizada por algum Juiz que, mediante a farta coleta de indícios de enriquecimentos mágicos e espetaculares – e que saltam aos olhos de qualquer imbecil, há muito tempo -, se convenceu, permitiu e monitora o andamento dela.

    Este Juiz seria também um membro da instituição de perserguição política que o senhor afirma estar instalada no Amapá?

    Fernando Bernardo de Souza Neto

  • Parabens ao Ministerio Publico e a Policia Civil pela atitude e investigação em busca de informação, ouy seja, da verdade.

  • Nossa como está quente hoje…
    A culpa também deve ser do governo!
    E o terremoto na Itália? seguramente, tambem foi desencadeado pelo governo! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK…

  • Cara Jornalista,
    Até que enfim o Ministério Público resolveu atuar para investigar e punir os desmandos que há muito se conhece na AL. Vamso ver agora o que vai dar.
    Alessandro

  • Parabens MP. Valeuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu.
    Muleke, que acha que quanto mais se afasta do circo, mais vê palhaços.

  • Parabens Ministerio Publico, cumpla sua função de fiscalizar os recursos publicos na A.Legislativa. Basta já da impunidade.

  • Não ouvi falar dos postos de combustíveis que o irmão de um deputado têm… e usa testa de ferro…

  • parabens ao MP so assim tereos espostas definidas pois as eleiçoes estao ai e precisamos ter conciencia na hora de ecolher nossos representantes , esse deputado MOISES SEMPRE TEM RESPOSTAS PARA TDO e é preciso punir de verdade n adianta so prender CP,papeis tem q prender os culpados q estao ai roubando o amapa, nossos sonhos e ainda tem a cara de pau de quererem novmente abocanhar mais uma vez uma reeleição.

  • Barbaridade, agora tudo é alocado e imputado ao GEA, o Parket tem mais é que agir e mostrar serviço, isso é objetivo do Parket, afinal de contas eles são os nossos fiscais da Lei, em caso dessas naturezas devem os Promotores de Justiça vim a público e noticiar os verdadeiro envolvidos em desviar o dinheiro do povo, da sáude, da educação e da infraestrutura.
    Como dizia certo músico “enquanto os homens exercem seus podre poderes” lutam por mais verbas para ALAP etc.. somente com intuito de deixar agora para o reajuste dos professores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *