Raad é condenado a 57 anos de prisão

Terminou agora há pouco o julgamento de Wellington Raad.
Welligton foi condenado a 57 anos de prisão pelo assassinato da professora universitária e assessora jurídica do Ministério Público Caroline Passos e dos dois filhos dela, Marcelo, 17 anos, e Vitória, 11 anos, em maio de 2010.

Leia no blog Repiquete o que Raad respondeu ao ser interrogado clicando aqui

  • Parece que o preclaro ANJO CLASSICO acredita também em papapi noel e duende. As provas periciais e os trabalhos de investigação deixam claro autoria e materialidade do crime. Os advogados de defesa estavam fazendo o papel deles, criaram uma versão para ver se colava, porém não obtiveram exito diante das provas robustas apresentadas nos autos e brilhantemente expostas pelos promotores que participaram do juri.

    • “Parece que o preclaro ANJO CLASSICO acredita também em ‘papapi’ noel e duende…”
      Mas que comentariozinho mais comum e apedeuta, hein ‘Eduardo’? Falta-te argumento para questionar opiniões contrárias, é? Quer uma sugestão? Quando quiseres refutar algum comentário, sejas mais autêntico e, sobretudo, sapiente!

  • Parabéns à Polícia Civil que investigou; ao Ministério Público que o processou; ao Conselho de Sentença que o condenou; ao Juiz Presidente que elaborou a dosimetria da pena. Pena que a nossa legislação é muito branda para delitos tão horrendos. Que Deus tenha infinita misericórdia desse jovem, que num momento de desequilíbrio, cometeu tres assassinatos.

  • Alcinea…
    De longe acompanhei o julgamento e desfecho desse caso marcante na minha vida profissional. Difícil apuração que contou com o trabalho competente de Peritos, Policiais, Promotores e Juizes que acompanharam os trágicos eventos. Procurei ao longo desses dois anos manter uma distância e não omitir mais opinião pública sobre os crimes para permitir que outras pessoas avaliassem, participassem e julgassem esse brutal evento da melhor maneira possível, com completa isenção. Confiei nas instituições e nas pessoas encarregadas dessas difíceis tarefas. Agora, com o julgamento e decisão soberana do Juri Popular, reitero a minha opinião de que se fez justiça com a condenação do réu. proferida.

  • Sinceramente, tenho muitas dúvidas em relação a esse assassinato. Muitos detalhes ficam sem explicação. O carro. O depoimento do próprio pai do réu. Onde o réu estava no dia do crime das 20h às 23h? Como desferir tantos golpes, sozinho, inclusive com precisão? Infelizmente, restam profundas incógnitas, como: o verdadeiro culpado foi condenado? Ou assumiu o crime para preservar a própria vida e de sua família, haja vista conhecer os criminosos e ter sido uma pessoa errada em horário e local errados? É notório que alguém que presencia cenas asssim ficam sequelas inimagináveis em seu cérebro, bem como sabemos que, quando a polícia quer extrair um depoimento, ela tem seus métodos! Portanto, fica a minha voz solitária no ar!

    • concordo plenamente. Apesar de eu nao viver em macapa acompanho o caso desde o inicio. Nao esquecer que este caso ocorreu poucos meses antes de deflagrar a operacao maos limpas. Sera coincidencia, ou fruto da minha imaginacao?

    • Voce anda assistindo muito filme de suspense! Está achando que esse monstro é um heroi, que se sagrificaria a esse ponto para proteger a familia? Que iria presenciar as mortes de maneira tao cruel e que , no mesmo dia ou um dia após assistiria mais uma vez jogos mortais e efeito borboleta? Ele irritava a Vi, ela nao gostava dele. O marcelo e Carol tbm ja estavam sem paciencia, talvez ja tivessem percebido q ele nao era normal.

  • Alcineia,muito obrigada por ter acompanhado esse horrivel acontecimento e nos ter informado sempre,sou tia do maru e da vitoria,graças a Deus esse monstro estara longe da sociedade,infelizmente tarde demais para essas pessoas tao maravilhosas que ele nos tirou.

  • Infelizmente aqui no Brasil não temos prisão perpétua, pois psicopatas como ele deveriam ficar na prisão para sempre. Psicopatia não tem cura. Quando ele for solto, vai voltar a cometer outros crimes hediondos. Precisamos de mudança urgente no nosso código penal.

    • Muitos daqueles que classificamos como monstros são frutos da própria sociedade da qual fazemos parte. Já fiz comentários aqui sofre as consequências da rejeição. As manifestações variam de pessoa por pessoa, basta acompanhar o histórico de vida dos psicopatas. Um dia desses vi uma mulher grávida, bebendo e fumando. Chamei a atenção dela, dizendo que aquilo poderia prejudicar a criança. Sabe o que ela me respondeu? “Eu quero que essa porcaria morra!” Aí eu pergunto aos leitores deste blog: O que esperar de uma criança gerada nessas condições? É por isso que eu digo que maternidade requer vocação e condeno aquilo que eu qualifico como natalidade irresponsável e inconsequente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *