Sabor do Círio: Macapá recende a maniçoba

Macapá recende a maniçoba. Por onde a gente passa neste sábado que antecede o Círio de Nossa Senhora de Nazaré sente, exalando das casas – das mais humildes as mais luxuosas – o cheiro da gostosa maniçoba, comida que – ao lado do pato no tucupi – não pode faltar no almoço do segundo domingo de outubro.
E esse cheiro me leva de volta à infância. Lembro-me de minha vó Jacinta Carvalho – uma negrinha linda de cabelos muito lisos – cozinhando a maniva numa enorme panela no fogo à lenha do quintal da nossa casa. Eram sete dias que a maniva tinha que ficar no fogo para “tirar todo o veneno”.
Depois que minha vó morreu a “festa da maniçoba” para nós era na casa da professora Eurydice. Mas aí eu já estava bem grandinha.
Cerca de 10 dias antes do Círio o Janjão, marido da Eurydice, comprava a maniva que seria moída com a ajuda de toda a molecada e adolescentes da rua. A vizinhança emprestava a máquina de moer. Numa mesa grande na cozinha, Janjão prendia as máquinas e a molecada em volta fazia a festa moendo. Todo mundo queria ajudar. E como era divertido!

Quilos e quilos de maniva moída, Janjão preparava o fogo no quintal e lá ia o panelão para o fogo. Sete dias cozinhando dia e noite e haja lenha para o fogo não apagar. Só depois de sete dias, os “entulhos” eram misturados às folhas: carne, rabo de porco, costela de porco, bucho, linguiça, paio, calabresa, toucinho etc etc e os temperos. Aí sim, exalava aquele cheiro de dar água na boca.
No sábado à noite a maniçoba já estava no ponto e dona Eurydice mandava para cada vizinho uma farta porção. Nunca comi uma maniçoba mais gostosa que a feita por Eurydice.

Eurydice e Janjão

Hoje está tudo mais fácil, qualquer pessoa pode fazer rapidinho uma panela de maniçoba. Já se compra a maniva moída e pré-cozida nos supermercados, os “entulhos” já são comprados escaldados e limpos nos supermercados, às vezes até temperados.
O tempo para fazer a maniçoba, que era de cerca de dez dias (desde moer até o completo cozimento) foi reduzido para poucas horas. Basta comprar quase tudo pronto no supermercado, deixar por algumas horas na panela de pressão e pronto: o almoço do Círio tem o sabor do Círio. E até a Eurydice aderiu à modernidade, mas o tempero dela é inigualável.

Se por um lado tudo tornou-se mais fácil e mais rápido, por outro perdeu-se o encanto da “festa da maniçoba”, a alegria da molecada em volta da mesa grande moendo as folhas, e aquela cumplicidade gostosa que havia entre a vizinhança.

Ah, claro que amanhã no nosso almoço de Círio não faltará a maniçoba (o mano Alcione está fazendo) e o pato no tucupi (que já estou fazendo com a ajuda da cunhada Vera, que mora em Fortaleza e veio passar o Círio em Macapá).

E na sua casa quem está fazendo a maniçoba e o pato?

  • Pra mim não pode faltar o bucho, mesmo que muita gente considere maniçoba de pobre a que leva esse ingrediente.
    Há pouco, um colega trouxe almoço para comer aqui mesmo no ambiente de trabalho. Senti um cheiro que não sentia há muito tempo: paca. Eu comi este saboroso roedor quando era pré-adolescente e reconheci o cheiro que exalava das panelas da minha avó. Hoje, ecologista, já não me “astrevo”, não por falta de vontade, mas por respeito aos animais silvestres e aplicabilidade dos meus discursos e convicções.
    O mais interessante é que não era paca – era frango.

  • A cada ano que passa sinto esse cheiro, e a vontade imensa de estar ai para compatilhar com minha familia e os amigos esse maniçona…….., imagina a saudade!!!!!!!!!!!! Desejo à você, sua familia e os leitotes do blog um CIRIO repleto de paz e harminia

  • Excelente texto, Embaixadora. Espero que vc me convide para degustar essa maravilha, no domingo do círio. E não adianta querer fugir, pois sei onde vc mora rsrsrrsrs!

  • Tenho Certeza que para muitas crianças,ñ haverá maniçoba e muito menos pato no tucupi,para aquelas crianças que moram na lixeira Publica e tem que espera o caminhão do lixo despejar os nossos restos domesticos e de cortar o coração!que bom seria se todos podessem doar um poko, para que seu domingo de cirio fosse um poko melhor…fica a dica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *