Sambando

Festejado no dia 2 de dezembro, o Dia do Samba será comemorado até o dia 4 deste mês pelo Movimento Cultural Perfil do Samba. A festa inicia nesta quinta-feira, 2, com o Programa Perfil do Samba Especial transmitido pela Rádio Difusora, a partir das 9h,  e vai encerrar no sábado, na sede da Escola de Samba Solidariedade com uma grande festa e participação de vários grupos de samba. “Desde que o Movimento Perfil do Samba foi criado, há sete anos, prestamos homenagens aos sambistas de todo o Brasil, festejamos nesse ritmo que é legitimamente nosso, é nossa carteira de identidade cultural reconhecida no mundo inteiro”, fala Carlos Peru, da coordenação da entidade.

Nesta quinta-feira, a partir das 9h, o Programa Especial de Samba vai receber na Rádio Difusora os convidados que, no estilo mais tradicional de cantar samba, ao redor de uma mesa, vão relembrar composições de músicos consagrados em todo o Brasil e contar muitas histórias. Uma feijoada será servida aos participantes. Na sexta-feira é a vez da vereadora e deputada eleita Cristina Almeida prestar a homenagem em nome de todos os vereadores com uma sessão solene onde personalidades ligadas ao samba irão receber uma honraria. Para encerrar, no sábado, o Perfil do Samba reúne amantes do estilo musical brasileiríssimo a partir das 15h na sede do Solidariedade onde os grupos Simplicidade, Papo de Samba e Sambarte além de outros convidados especiais, estarão animando a festa.

O dia da homenagem ao samba tem várias versões para a escolha, mas a mais aceita é a de que a data foi oficializada em 1963 pelo vereador baiano Luiz Monteiro da Costa para homenagear, Ary Barroso, que mesmo tendo composto “Na Baixa do Sapateiro”, só teria pisado tempos depois na Bahia em um dia 2 de dezembro. A data é festejada em todo o Brasil e no Amapá, o Movimento Perfil do Samba faz questão de marcar o dia com muita festa e homenagens. “São itinerantes nossas homenagens, sempre percorrendo locais tradicionalmente freqüentados por sambistas, como o Tio Duca, casa da Tia Vilça, do Manoel Torres, da Fifita e nas sedes das escolas de samba Solidariedade e Jardim Felicidade” diz Peru. Ele acrescenta ainda que em 2009 foi instituído o Dia Estadual do Samba pela Assembléia Legislativa.

Para participar desta programação de sábado o Movimento Perfil está vendendo a camisa-ingresso a R$ 20,00 no bar Calçadão, em frente à Igreja São Benedito.
(Mariléia Maciel, Assessora de Comunicação)

  • Sou novo aqui no Amapá e sinto que falta mais divulgação da cena cultural, musical.Vamos comemorar este dia do Samba. Valeu pela informação…
    Viva o SAMBA de todos os cantos e sotaques deste brasilzão de meu Deus!!
    Viva Donga,Noel, Cartola, Paulo da Portela, Nelson Cavaquinho, João Nogueira, Roberto Ribeiro, Jamelão, Walter Alfaiate, Clara Nunes,Clementina de Jesus, Ataulfo, Ary Barroso, Moreira da Silva,Heitor dos Prazeres, Bezerra da Silva… Viva o SAMBA IMORTAL!!!!
    E parabéns a todos os compositores, cantores, intérpretes ( puxadores), que ouviram a súplica: NÃO DEIXE O SAMBA MORRER!!!!

    • Exímio conhecedor do samba brasileiro. coreógrafo das grandes escolas de samba de Cametá. Parabéns, mandou bem. Um forte abraço extesivo a Dona Noélia

  • Alcinéia, acredito que sou o maior colecionador de Sambas de Enredo no Amapá, com mais de 15 mil sambas, do carnaval amapaense, carioca e paulista, cantados em stúdio e ao vivo. Se precisar me manda e-mail. Valeu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *