Será que um dia aprendem?

A internet é livre o tempo todo. Ela não é concessão pública, como rádio e televisão. Por que então tirar sua liberdade na época eleitoral?

(Senador Arthur Virgílio, do PSDB-AM, ontem)

O senador disse o que todo mundo sabe: internet não é concessão pública.

Eu disse que todo mundo sabe?

Então vamos corrigir: Quase todo mundo sabe. Ahan! Quase… pois se o TRE do Amapá tivesse pelo menos uma vaga idéia de que internet não é concessão pública, não teria acatado as ações do Fofo de Sarney em 2006 censurando blogs e condenando blogueiros ao pagamento de multas absurdas.

Né não?

Cruz credo! Essas “cabeças iluminadas” do Amapá só servem pra nos matar de vergonha.

Ô raça pra gostar de pagar mico king-kong

  • Acredita-se que os senhores juizes do TRE devam esplicações ao povo de macapá por todas decisões que lhes foram confiadas,principalmento porque tem sido decisões que contradis com as opinião do povo não podemos aceitar esta deficiéncia do TRE.

  • Amigos, isso é herança muito antiga, é o fenômeno chamado de “Patrimonialista” (achar seu o que do povo) estudado por Raimundo Faoro (Os donos do Poder vol. 1 e 2), que so vai acabar quando essa geração de políticos (tipo coronel) morrer. abç.

  • Os avanços são minimos, mas já é alguma coisa. Político mal intencionado tem mais medo da internet e de imprensa séria do que o diabo da cruz.
    Alcione

  • Tudo que o Sarney pede o TRE/ap atende.É uma pena,tantas anos de estudos de dia e de noite,os nobre juizes agora se submetem as deteminações de uma pessoa que tem medo de ser investigado.Esse é o Amapá sem futuro !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *