SUS: Amapá tem menos de mil leitos

Do jornal “aGazeta”

As cenas chocantes de pacientes empilhados nos corredores do Hospital de Emergência, em Macapá, acabam de ser retratadas em números pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Divulgado na terça-feira (10), o estudo “Presença do Estado no Brasil: federação, unidades e municipalidades” mostra que o Amapá possui apenas 923 leitos do SUS para uma população de 700 mil habitantes. O trabalho sintetiza informações dispersas em diferentes órgãos públicos, que permite mapear a presença e ausência do Estado ao redor do país.
Pior que o Amapá, segundo o estudo do Ipea, apenas Roraima, com 822 leitos do SUS.
(Leia mais)

  • Com a palavra o jornal de maior credibilidade do Amapá;dá um tempo todo mundo sabe que esse jornaleco atende somente a interesses de uma minoria que está desesperada não suportando ficar sem o jabazinho.

  • minha sobrinha e o marido dela sofreram com a falta de leitos, sofreram um acidente na perimetral norte, e eles passaram mais de 24 horas em macas…ela com fratura no femur e ele no braço e mão…depois de pedir socorro para um monte de gente…arranjaram um leito pra ela e só três dias depois (ou mais) já no dia da cirurgia passaram ele para o quarto…
    ela só 24 dias depois foi transferida para o hospital geral…que tambem não tem leitos (ortopedia), e agora 26 dias depois ela ainda sofre muito…sem poder se movimentar…
    e estão canselando cirurgias por falta de material…

  • QUE VERGONHA UM ESTADO ONDE AS PESSOAS QUE DEPENDEM DO SUS MORREM ESPERANDO POR ATENDIMENTO, ENQUANTO O GOVERNADOR VIAJA PARA O EXTERIOR, COM TUDO PAGO PELO DINHEIRO DO POVO.

  • Realmente é pouco o nº de leitos no Amapá mas seria minimizado o deficit se houvesse melhoria na resolutividade do atendimento ambulatorial. Não adianta aumentar o numero de leitos hospitalares enquanto não sanar o grave problema da ponta do sistema de saúde que são as Unidades Basicas.

    • Até um leigo sabe que é muuuuito mais barato prevenir do que tratar, mas creio que os admistratores nem chegam a ter status de leigos, pior, não têm interesse em aprender, não dá IBOPE como montar um monte de prédio purrudo, que todo mundo vê. Só que dentro não tem nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *