Um belo exemplo

No bairro Renascer II tem gente dando exemplo de cidadania, higiene e amor à cidade.
Olhem só essa rua bonita, arborizada e limpinha.

Sabe os que os moradores daí fazem para mantê-la assim?
Mutirões super animados. “Não esperamos pelo poder público para limpar. Uma vez por mês fazemos mutirão e mantemos nossa rua exemplo de cidadania”, conta Luiz Dolzanes.

  • A familia figueira perdeu na última quarta-feira, o quertido José carlos Dias Figueira, mais conhecido como Zé Carlos. Um ataque do coração tirou de nossas vidas um homem dedicado, familia, amigo. Pai do procurador geral do estado, Márcio Alves Figueira, das advogadas Lorena e Leiticia, primo do Pataca, Magro, Di Jesus, Sérjão. Era o organizador da peladas mais antga de MAcapá, a “Pelada do Figueira”, que estará realizando uma homenagem amanhã (13) com a presença de todos os amigs do Zé. Alceu filho, Bazana, Magro, Tob, Pio, Eide, Bilão, Jaca, Chico, Gulite, Rui, Pop, Franck, Gato, VAldo, Robson, Tite, Maçá estarão presentes. obrigado pelo espao Alcinéa.

  • Que beleza!
    É de bons exemplos, simples e de um resultado extraordinário que precisamos!
    Parabéns e que isso seja copiado…e…..sempre divulgado..

  • e pensar que eles são vizinhos do meu bairro são lázaro, principalmente aqui na rua emilio médice,os vizinhos são porcalhões,essa rua deveria mudar de nome para urubumédice, e ainda temos o invasores atrás dos nossos quintais que jogam lixo.Parabéns para esses moradores do renascer.

  • A UNIAO FAZ A FORÇA!!!!!! Grande exemplo de uniao. Parabéns moradores. !! aqui vai uma dica…PREFEITO, Contrate o mentor dessa uniao para ministrar palestras nos bairros.Bjs.

  • Parabéns aos moradores que tiveram esta iniciativa!! Pena que nem todas as ruas sejam asfaltadas e com meio fio para que a mesma atitude tenha o mesmo efeito, pois aqui na rua de casa já cansamos de mandar abaixo assinado, ofício e tudo mais pra que o asfalto chegue aqui e nada!!E mesmo assim, com uma rua de buracos e lamas, ainda fazemos coletas para aterros e capinas, pois mesmo sem asfalto ainda primamos por uma qualidade de vida.E olha que a nossa rua é próxima da linha do Equador, imagine se não fosse!!

  • “Queria tanto morar em uma rua dessa…” a frase é do Seca Pimenteira, mas a inveja é da branca, viu… rsrsrs.Parabéns ao moradores da rua Creta pela iniciativa louvável de se cuidar bem do lugar que vivem.

  • Conheci o Dolzanes quando ministrei um curso p/ os policiais rodoviários, lembro dele ter se gabado que morava num lugar assim e que a vizinhança se unia e cuidava muito bem do local, mas não imaginava que o resultado fosse tão bonito. Parabéns pela lição de zêlo, higiene e cidadania!

  • Pessoas maravilhosas, dignas e com espírito voltado ao bem. Foi uma injeção de boa energia em meu ego nesta manhã. Parabéns ao meu povo que mora nessa rua.

  • Este é um exemplo a ser seguido. Lamentavelmente nós sempre achamos que o poder público é quem tem obrigação de limpar até a frente das nossas casas. Não podemos esquecer que a construção de calçadas, por exemplo, é ônus do dono do imóvel e deve serguir os padrões urbanísticos fixados pelo município. Certo dia tive a infelicidade de presenciar uma cidadã jogando na rua, pela janela do seu carro, uma garrafa pet de dois litros. Nem conto a quantidade de latinhas, plásticos, etc ,que já presenciei lançarem dos veículos. Enquanto tivermos este comportamento, nossa cidade continuará este caos.

    • Hum… Até fralda descartável toda suja já jogaram de dentro de um carro na estrada da Fazendinha. Pedi a quem estava dirigindo ao meu lado para que passasse do carro só para eu abrir o vidro e gritar: Seu porcalhão!!! Mas, eles nem aí… A cidade tá cheia desses mal educados! Que pena!!! Infelizmente, na minha rua só tem preguiçoso! Pense! Conto uns quatro vizinhos que ainda se preocupam e limpam as frentes da sua casa. E mais, o dono da casa em frente a minha, que é a mais bonita do qurteirão, é o que dá o maior mau exemplo. Enche a frente das outras casas de sacos de lixo. Não coloca na frente da casa dele não. E nem coloca aquelas lixeirinhas de pé. Eu sei o que sofro só pra não me indispor com a vizinhança.

  • Estou a dois anos morando em Bauru-SP, visito todos os dias este blog, e esta rua sempre nas minhas lembranças do meu bairro e da minha cidade querida Macapá; o exemplo desses moradores deveria ser multiplicado para toda a população.

  • Parabéns, Néa. Porém, fica um pergunta-sugestão: Se os moradores fizerem assim, reduzirão os impostos?

    • Boa noite, querida Cleo, isso que fazemos aqui em nossa rua é dever de todo e qualquer cidadão, infelizmente não temos nem menhum benefício do orgão responsável na tomada de impostos, mas temos vontade e garra de manter um cidade limpa e arrumada, e agradecemos aos moradores que tem esse espiríto de limpeza e cidadania, desde já dou maior força para que esse exemplo seja seguido por vários moradores dessa querida cidade morena,um abraço.

    • Creditada. “Pergunta-sugestão” Asfalto assim em todas as vias?! Será um prazer manter.

      Falta o básico pra estimular os reflexos da cidadania, imagine as pessoas educadas que moram em uma rua que é só lama, como agir?! Nosso problema de cidadania é falta de iniciativas, infelizmente nossas políticas públicas são de 5ª qualidade. tenho certeza que o exemplo dado por esses moradores é o desejo de muitos outros, mas furtado pela ausência do BÁSICO. Eu acompanhei um processo de estruturação de uma entrada de favela em BH de 2008 para 2010 foi urbanizada, asfaltada e os barracos foram ficando mais bonitinhos, as pessoas cuidam do bem próximo quando se sentem respeitadas pelo poder público. Política de médio prazo, mas tem de começar!

  • É dessa iniciativa que eu sempre falo. Parece que, nestes casos, até a Prefeitura dá prioridade na manutenção do asfalto.

  • Se todos os cidadãos tivessem essa consciencia teriamos uma cidade maravilhosa. Infelizmente a maioria da população não limpa nem se quer a frente da sua residencia,jogam lixo na rua, entopem bueiros, deixam o mato tomar conta da rua onde mora e não faz absolutamente nada para mudar isso. Só cobrar do poder público e covardia, temos que fazer a nossa parte também, afinal que suja são oos próprios moradores. Parabens aos moradores dessa rua.

    • concordo com voce, vivo o dilema de limpar a fente da minha casa e ver meus vizinhos jogarem suas latinhas de cerveja na rua, bem como as sacolas de lixo nas malditas lixeiras no passeio publico que são rasgadas por urubús, gatos e cachorros espalhando lixo para todos os lados. Alô PMM, tá na hora de mandar retirar essas lixeiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *