Alcinéa Cavalcante

Liberdade de expressão!
Macapá - Amapá

ALERTA!!!

Postado por: Alcinéa Cavalcante em 25/02/11 as 12:35 am

Já são 20  casos confirmados de febre tifóide em Macapá.
O Departamento de Vigilância Sanitária confirmou que há surto da doença em cinco bairros: Buritizal, Santa Inês, São Lázaro, Pacoval e Jardim Marco Zero.
Até quarta-feira, 23, eram oito casos e este blog já alertava aqui sobre o problema.

8 Comentários

  1. maria disse:

    E as autoridades da área ,estão fazendo o que?

  2. Povaréu disse:

    Néa. O nosso Estado peca no quesito saneamento básico. Vou transcrever dois trechos do Relatório das Obras Inacabadas do Senado Federal: “Revestimento do Canal do Beirol e Pavimentação das Vias Laterais. A obra consiste na regularização e revestimento do leito e laterais do canal, numa extensão de 2.850 metros e pavimentação das vias laterais. A obra foi iniciada em 1992 e paralisada em outubro de 1994, tendo sido executados 13,82%, no valor de R$ 3.444.447,84. O valor contratual da obra é de R$ 24.923.645,00;
    … É o caso, também, da Urbanização do Canal do Beirol, em Macapá/AP, onde foram consumidos quase cinco milhões de dólares, sendo que a obra que lá se encontra não vale um décimo desse valor, o que denota a existência de desvio de recursos.”. Há um demasiado descaso com a população. Gostaria que você colocasse uma situação inusitada: A empresa que está construindo os apartamentos da Vila do Mucajá, abriu uma parte da Av. dos Goitacazes – iniciando daquele Conjunto até o Canal do Beirol -, certamente para escoar o esgoto sanitário até lá. O Ministério Público deveria está atento para essas coisas. Acredito que deva ter alguma lei proibindo essa prática.

  3. Oi Alcinea td bem??

    Sou a repórter Jéssica Alves, do jornal a Gazeta que realizou a matéria de capa da edição de hoje sobre a Febre Tifóide. Gostaria de lhe parabenizar pela competência jornalística que tens, pois aqui me pautei para informar a sociedade sobre esse perigo. Infelizmente muitas pessoas estão a mercer de falta de saneamento básico, mas vale também lembrar que todos devem fazer a sua parte

    Parabéns Alcinea e obrigada por nos deixar bem informados

  4. Zanjo Goulart disse:

    Não gosto disso, me lembra a teoria da praga de Atenas, tenho pânico de endemias.
    A velocidade de avanço nos registros de casos me espantou.

    Cuidado com alimentação fora de casa!

    Se transmite na maioria das vezes, através de comida contaminada por portadores, durante o processo de preparação e manipulação dos alimentos.

    Nunca tome água da torneira(CAESA ou poço), sem ferver ou uma pré-filtragem!

    A água também pode ser um veículo de transmissão, podendo ser contaminada no próprio manancial (rio, lago ou poço) ou por ser tratada inadequadamente ou ainda por contaminação na rede de distribuição (quebra de encanamento, pressão negativa na rede.)

    • O Pensador disse:

      Essa do nunca tome água da torneira é complicado!
      Pois por mais que fervamos, filtremos ou tratemos nossa água em casa… nós temos que escovar os dentes, lavar a faca do churrasco, pratos e utensílios domésticos… em fim… estamos à mercê da FALTA da CAESA

      • Zanjo Goulart disse:

        Saneamento não é um problema exclusivo da CAESA e um problema brasileiro.

        Quando digo tomar, quero dizer consumir como forma líquida de reposição orgânica. No caso dos utensílios é remota a possibilidade de contágio devido a ação do detergente(sabão), escovar os dentes pode pegar o bom e velho caneco! Lembre-se, prevenção é a forma mais barata e inteligente, sei que é um “saco” abrir mão da facilidade, mas vai pro caneco com água limpa só pra prevenir… Boa sorte e cuide-se.

Deixe o seu comentário!