TRE derruba liminar que garantia eleição de Patrícia Ferraz

O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá derrubou nesta segunda-feira a liminar do juiz Léo Furtado que havia determinado nova totalização de votos para o cargo de deputado federal. Com a nova totalização, caía André Abdon (PP) e Patrícia Ferraz (PR) estaria eleita.
A liminar foi concedida terça-feira passada, 22, e Patrícia Ferraz já comemorava a vitória, mas eis que Abdon recorreu sustentando que não cabe ao TRE  julgar recurso contra expedição de diploma para deputado federal, mas sim ao TSE. Por cinco votos a um Abdon levou a melhor e já mandou engomar o terno para tomar posse dia 1.
Patrícia Ferraz vai recorrer para o TSE.

Matéria relacionada:
Reviravolta – Juiz determina que seja refeito o cálculo do quociente eleitoral para deputado federal no Amapá

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *