Um pedacinho da minha biblioteca pra você

SQual destes livros você já leu ou gostaria de ler? Diz aí na caixinha de comentários.
Diz também quantos livros você leu este ano, qual  está lendo agora e qual você gostaria muito de ler ou reler e não encontrou. Pode ser que alguém lendo seu comentário resolva de ter de presente de fim de ano.

Escritor cubano reabre o debate sobre o assassinato de Trótski

da Livraria da Folha

Em “O Homem que Amava os Cachorros”, o escritor cubano Leonardo Padura apresenta um romance investigativo sobre o assassinato Leon Trótski e do assassino, Ramón Mercader.

Autor trata de uma história coberta por inúmeras mistificaçõesNo dia 21 de agosto de 1940, no México, Trótski foi assassinado a golpe de picareta. Josef Stálin (1879-1953) foi visto como o principal suspeito de encomendar o crime.

Eles tinham desavenças notórias e Stálin o considerava um rival, motivo que levou Trótski a deixar União Soviética.

A história de “O Homem que Amava os Cachorros” começa em 2004 e é narrada por Iván, que trabalha em uma clínica veterinária em Havana e pretende se tornar escritor.

O narrador encontra um homem que passa a contar detalhes sobre Mercader, como a adesão ao Partido Comunista espanhol, o treinamento em Moscou, a mudança de identidade e os artifícios para ser aceito na intimidade do líder soviético. Padura procura manter o texto fundamentado em documentação e pesquisas para não cair na mera especulação. (Leia mais)

Lançamento de livros

keka3Hoje o  poeta, escritor e artista plástico Carlos Cantuária, o Keka, lança  as 19h30, no salão de eventos do Sebrae,  sua mais recente obra literária: “Asas da Imaginação” (poemas e contos).  Este é o terceiro livro de Keka. Os anteriores são “Guerreiro Tucuju” e “O Vento dos Açaizais”.

Quinta-feira, 12, a  cirurgiã plástica Zeneide Alves de Souza, lança às 20h no Monumento Marco Zero o livro “Desafios de uma cirurgiã plástica na Amazônia”, que conta sua história de vida. Acreana, com uma trajetória de conquistas que a trouxe ao Amapá, ela resolveu relatar seus passos, da vida nos seringais à academia, até se tornar no estado, a mais requisitada especialista em sua área, e com reconhecimento de grandes cirurgiões e entidades médicas brasileiras.

Sexta-feira, 13, às 19h no Centro Cultural Padre Jorge Basile, Rodrigo Ferreira e Tiago Quingosta autografam “Foz Florescente” (poemas). O livro foi lançado mês passado na Flap.