Dia dos Namorados – 15 frases de amor

– Eu só queria amor, amor e mais nada… (Caetano Veloso)

– Eu te deixo aroma até nos meus espinhos (Cecília Meireles)

– Que cada um leve um pássaro para a amada. Quem possuir anjo leve também seu anjo  (Alcy Araújo)

– Para o amor tudo é combustível (Martin Luther King)

– Qualquer maneira de amor vale a pena (Milton Nascimento)

– Quem quiser ver a face de Deus, não deve procurá-la no vazio de sua mente, mas no amor (Dostoievski)

– Saibam quantos estes meus versos virem quanto amor do amor maior possível for (Oswald de Andrade)

– E te direi coisas de uma ternura tão simples que tu desfalecerás (Manuel Bandeira)

– Quem falou de primavera sem ter visto teu sorriso, falou sem saber o que era (Cecília Meireles)

– O amor pode durar apenas um musical minuto ou a eternidade musicalizada (Alcinéa Cavalcante)

– Acaricia-me com esta nobre ternura que só em ti encontrei (Mary Wollstonecraft)

– A suprema felicidade da vida é a convicção de ser amado por aquilo que você é, ou, mais corretamente, de ser amado apesar daquilo que você é (Victor Hugo)

– Estou aqui não porque deva estar, nem porque me sinta cativo nesta situação, mas porque prefiro estar contigo a estar em qualquer outro lugar do mundo inteiro. ( Richard Bach).

– O meu amor é belo como um barco (Mário Quintana)

– Como é breve o amor e longo o esquecimento (Pablo Neruda)

Hoje na UEAP tem palestra sobre tratamento de águas residuais

A Prefeitura de Macapá promove nesta segunda-feira, 12, às 14h, no auditório da Universidade do Estado do Amapá (Ueap), a palestra Fito-Etar: uma opção de Tratamento de Águas Residuais. Ela será ministrada pelo pesquisador português José Antônio Mendes, especialista em Saneamento Básico, que veio ao Brasil a convite do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Rondônia (Crea/RO). Continue lendo

Um poema de Isnard Lima

Protesto
Isnard Lima (1941-2002)

Hoje não me interessam mais
poetas de araque,
nem me comovem como antes
filósofos de esquerda.

Cansei, depois de lustros,
dos conchavos de bar
e ideólogos de festiva.

Não me preocupam a rima,
nem a mulher,
nem o romance.

O que me aporrinha,
esquenta e aborrece,
é a falta de vergonha
da politicalha brasileira.

Crueldade

Eu já disse aqui várias vezes que sai governo entra governo e o caos na saúde pública do Amapá só piora. Há pelo menos uma década no Pronto Atendimento Infantil (PAI) e no Hospital da Criança e Adolescente (HCA) os corredores viraram enfermarias e os leitos são cadeiras. Uma crueldade com as crianças e seus pais.
Na sexta-feira, 10, a Promotoria de Defesa da Saúde Pública do MP esteve nos dois hospitais e mais uma vez constatou a superlotação.  Nas enfermarias dois pacientes dividindo o mesmo leito e nos corredores  e em leitos improvisados mais de 40 pacientes.

A coisa não é diferente no Hospital da Mulher e no Hospital de Emergências.