Clécio diz que campanha não teve doação da Odebrecht

Do portal Seles Nafes

A assessoria do prefeito de Macapá, Clécio Luis (REDE), voltou a afirmar nesta segunda-feira, 17, que a campanha dele em 2012 não recebeu recursos da Odebrecht.

Clécio era vereador pelo PSOL, e diz que não pediu e nem autorizou ninguém a pedir doação para a empreiteira.

“Toda a campanha custou R$ 750 mil, e isso tudo está na declaração entregue à Receita e à Justiça Eleitoral”, comentou o coordenador de comunicação da prefeitura, Diniz Sena.

Já a Rede Sustentabilidade reafirmou que o senador Randolfe Rodrigues processará os militantes do PMDB e do PSB que editaram e divulgaram o vídeo da delação de Alexandre Barradas para insinuar que a suposta doação teria existido após encontro do então diretor com o senador. (Leia ma matéria completa aqui)

Há um ano

O pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff foi entregue dia 18 de abril do ano passado ao Senado Federal.
Foram 34 volumes totalizando 12.040 páginas.

No dia 31 de agosto o Senado aprovou a perda do cargo de presidente da República de Dilma Rousseff. Foram 61 votos a favor e 20 contra.

E o país não melhorou em nada. Ficou até pior